Chapada: 200 famílias de Lajedinho estão com parentes ou em casas alugadas

JC
Postado em jan 7 2014 - 10:37am por Jornal da Chapada
lajedinho

No total, 60 casas foram destruídas e 140 imóveis condenados pela Defesa Civil. A tragédia também vitimou 17 pessoas | FOTO: Jornal da Chapada |

Um mês após a tragédia que matou 17 pessoas em Lajedinho, na Chapada Diamantina, cerca de 200 famílias, que estavam alojadas em prédios públicos, permanecem em casas de parentes ou residências alugadas pela prefeitura. “Com a tragédia não sobraram muitas residências vazias, mas alguns moradores estão aceitando alugar as próprias casas para receber os desabrigados”, afirmou o prefeito Antônio Mário ao jornal Correio.

Em toda a cidade, cerca de dez máquinas, entre caçambas e tratores ainda retiram o barro e limpam as ruas, cheias de marcas do temporal que fez o Rio Saracura subir rapidamente, causando destruição de casas, estabelecimentos comerciais e órgãos públicos. No total, 60 casas foram destruídas e 140 imóveis condenados pela Defesa Civil.

“As ruas estão ficando limpas e aos poucos a vida está voltando ao normal, mas ainda temos algumas dificuldades, como a falta de documentação”, contou o comerciante Marcos Antônio Oliveira, 28 anos. Segundo o prefeito, hoje [terça-feira] será realizada uma nova reunião em Brasília, com representantes do governo do estado, dos ministérios das Cidades, da Integração e da Casa Civil, para discutir a reconstrução da cidade. “Estamos demolindo casas condenadas, mas precisamos reconstruir a cidade”, afirmou Antônio Mário. As informações são do jornal Correio.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

1 Comentário Sinta-se livre para participar desta conversa.

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.