Rui Costa não exclui terceira via para vice na chapa majoritária

JC
Postado em fev 4 2014 - 11:27am por Jornal da Chapada
rui

De acordo com Rui Costa, não havendo consenso o nome só sairá na prazo estipulado lá atrás: primeira semana após Carnaval | FOTO: Jornal da Chapada |

A possibilidade de uma terceira via ser a opção da base governista para compor a chapa majoritária de 2014 não foi descartada pelo pré-candidato Rui Costa (PT). Presente na solenidade de reabertura dos trabalho legislativos, o chefe da Casa Civil acredita que se for construído um consenso dentro do grupo político é sim possível aparecer uma mulher ao seu lado nos panfletos de campanha. Embora não descarte a possibilidade, poucos acreditam nesta via. O mais provável é que Marcelo Nilo (PDT) ou Mário Negromonte (PP) fiquem com a vaga. Contudo, a ansiedade parece não ter acometido o cabeça. De acordo com Rui Costa, não havendo consenso o nome só sairá na prazo estipulado lá atrás: primeira semana após Carnaval.

Questionado sobre os critérios que serão levados em consideração em caso de afunilamento, o chefe da Casa Civil separou em dois tipos: objetivos e subjetivos. Os primeiros englobam questões como bancadas federeal e estadual, tempo de televisão, quantidade de prefeituras, diretórios e distribuição da sigla no estado. O segundo abriga as pesquisas, eventual aceitação por parte do eleitorados e a eventual aceitação por parte das lideranças políticas do estado, além do perfil que a chapa vaio ter. “Fundamentalmente nós queremos estimular a harmonia e o entendimento entre os partidos. Serão vários critérios que juntos definirão o vice e é a opinião do conjunto dos partidos que vai ser decisiva na hora da escolha”.

Na condição de secretário – Rui deve se descompatibilizar no final de março – o petista está tranquilo quanto ao cumprimento das tarefas neste primeiro semestre. “Dentro do planejamento tinha ações que estavam em curso e vamos monitorar isso. Temos diversos outros projetos que estão em andamento e sendo licitados agora. A meta do planejamento para este ano é fazer com que as obras que estão encaixadas no orçamento possam ser licitadas e iniciadas dentro prazo legal”

Segundo o petista, a ideia é soltar até o final de fevereiro ou início de março todas as licitações e poder dar a ordem de serviço e iniciar as obras até junho, dentro do prazo legal. “A partir dai é o monitoramento daquilo que estiver em curso. O único grande projeto que ficará para depois da eleição é a ponte salvador itaparica”.

Em resposta às denúncias do ex-prefeito de Mata de São João, João Gualberto (PSDB), de que estaria utilizando a máquina pública para fazer campanha, Rui Costa se mostrou tranquilo. “Nós cumprimos a lei e vamos permanecer assim. Em nenhum momento vamos transpor os limites da lei. Para todas as nossas ações consultamos os advogados e a procuradoria geral do estado e até aqui estamos cumprindo e espero chegar ao final do processo sem nenhum item do processo sendo ultrapassado.

No que se refere aos encontros partidários previstos no plano de campanha, o postulante afirma que usará os sábados e os domingos e assim não comprometerá a agenda. “Os encontros que eu pretendo fazer com o partido e com os outros aliados serão sempre aos sábados e domingos não vai haver encontro durante a semana e então é plenamente possível compatibilizar as duas agendas. Dia 29 ou 30 de março eu me licencio e volto à Câmara Federal. Portanto, deixo a secretaria e passo a ter uma agenda mais livre como pré-candidato. Extraído na íntegra do site Bocão News.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.