“Souto aceitou ser candidato a governador”, confirma vereador

Postado em fev 6 2014 - 9:08pm por Jornal da Chapada
tinoco

Declaração foi dada em entrevista ao programa “O sistema é Bruto”, da Rádio 100 | FOTO: Divulgação |

O vereador Claudio Tinoco – vice-líder do DEM na Câmara de Vereadores – foi o entrevistado, na manhã desta quinta-feira (6), no programa “O sistema é Bruto”, da Rádio 100. Durante a entrevista com o jornalista Uziel Bueno, o democrata confirmou que o ex-governador Paulo Souto aceitou ser o candidato da oposição ao governo do Estado.

“Na última sexta-feira, Paulo Souto foi ao prefeito ACM Neto e afirmou ser candidato da oposição e, sobretudo, do partido. A partir daí, tiramos dois nomes, de Zé Ronaldo e Aleluia. Mais ainda, tínhamos duas declarações, a do tucano João Gualberto, que afirmava que abriria mão em qualquer instante se Paulo Souto aceitasse ser candidato.

Com esta afirmação de Souto, sub-entende-se que o PSDB abre mão, e é claro mantendo conversas com o partido, através de Jutahy Magalhães, Antonio Imbassahy e deputados”. Na entrevista, Tinoco explicou o processo da negociação entre o Democratas, PSDB e PMDB. “Em uma entrevista há uns dois meses aqui na Rádio 100, eu disse que Paulo Souto estava ‘tinindo’ e eu acreditava que era o candidato preferencial entre aqueles que estavam postos.

Naquela época, o próprio partido Democratas tinha três postulantes: o ex-governador Paulo Souto; o ex-prefeito de Feira de Santana, José Ronaldo; e o secretário e ex-deputado federal, José Carlos Aleluia. Além deles, havia o PSDB com João Gualberto e o PMDB com Geddel Vieira Lima. Desses cinco nomes, apenas dois foram candidatos em 2010, Souto e Geddel, tendo juntos 35% dos votos. Passado esse período, se estabeleceu o prazo de 31 de janeiro para a definição de um candidato no campo da Oposição”, declarou. Extraído do Política Livre.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.