Chapada: Protesto marca abertura da Jornada Pedagógica em Utinga

Postado em fev 11 2014 - 8:58pm por Jornal da Chapada
utinga

Os profissionais de Educação entonaram o Hino Nacional durante a fala do prefeito | FOTO: Divulgação |

Mais de 21 professores municipais protestaram na segunda-feira (10), no município de Utinga, na Chapada Diamantina, durante a abertura da Jornada Pedagógica. Os profissionais de Educação cantaram o Hino Nacional em sinal de protesto durante a fala do prefeito Alberto Muniz (PSD). O motivo da revolta dos servidores públicos contra o prefeito deve-se a uma portaria instituída pelo gestor que revoga a Lei 318, alterando dispositivos do Estatuto dos Funcionários Públicos e retirando dos servidores direitos fundamentais.

Entre esses direitos estão: receber por graduação e pós-graduação, desunificação do cadastro de 40 horas dos professores e outros. Além disso, tramita na Câmara de Vereadores um Projeto de Lei do prefeito Muniz que extingue os cargos de diretor e supervisor pedagógico. “Foi emocionante ver o palestrante da jornada cantar o Hino Nacional junto conosco e falar de forma educada que é favor de profissionais reivindicando seus direitos e que o Brasil tem um ‘democracia lenta’”, afirmou um dos manifestantes.

Ainda segundo informações encaminhadas ao Jornal da Chapada, os profissionais comemoraram a iniciativa, mas temem retaliação da atual gestão. “Alguém de fato contou a ele a real situação do município, por isso o mesmo foi educado e não conteve o brilho nos olhos ao ver professores cantando o Hino Nacional, durante a fala do prefeito que quer cortar adicionais de graduação, pós-graduação e demitir sumariamente concursados. Queremos um basta nisso tudo!” aponta trecho de texto enviado ao jornal.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.