Homossexualidade é genética, defende estudo

Postado em fev 14 2014 - 12:18pm por Jornal da Chapada
LGBT

A pesquisa reacende a polêmica sobre o “gene gay” | FOTO: Reprodução |

A homossexualidade é genética, defende uma nova pesquisa da Universidade de Chicago, nos Estados Unidos, cujo resultado foi divulgado na conferência anual da Associação Americana para o Avanço da Ciência. Cientistas afirmam que dois genes determinariam o fato de um homem ser gay. Durante os estudos, pesquisadores avaliaram o DNA de 400 irmãos gays, recrutados em festivais do Orgulho Gay por vários anos.

“Orientação sexual não tem nada a ver com a escolha. Nossos resultados sugerem que pode haver genes em jogo. Encontramos evidências para dois conjuntos que determinam se um homem é gay ou hétero”, declarou ao Daily Mail Michael Bailey, da Universidade Northwestern, em Illinois, que contribuiu para o estudo.

A pesquisa reacende a polêmica sobre o “gene gay”, levantada após um estudo de 1993 que apontou evidências genéticas para a orientação sexual. Investigações posteriores, porém, não localizaram uma relação genética. Com possibilidade de teste genético durante a gravidez, a nova pesquisa gera temor de que discriminação possa incentivar abortos. Extraído do site Bahia Notícias.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.