PSB tenta atrair partidos e prepara um plano de governo para Lídice da Mata

Postado em fev 14 2014 - 1:16pm por Jornal da Chapada
lídice

A senadora Lídice da Mata | FOTO: Reprodução |

Enquanto a chapa governista busca um vice, e a de oposição tenta destravar as negociações entorno de quem vai encabeçá-la, a majoritária do PSB, liderada pela senadora Lídice da Mata, continua sua odisseia para trazer partidos para a base socialista e já inicia os debates para o programa de governo. Além de viagens frequentes ao interior para fortalecer sua relação com prefeitos, vices e vereadores, Lídice reforça sua candidatura ainda com o primeiro Seminário Pensar a Bahia Sustentável, marcado para acontecer de 19 a 22 de fevereiro, no Hotel Portobello, em Salvador – como início da construção do projeto de governo.

De acordo com o ex-secretário de Turismo, Domingos Leonelli, principal articulador do projeto socialista, o debate começa na noite do dia 19 com a abertura de Lídice, do secretário-geral do partido, Marcelo Cerqueira, e com uma palestra de Luiz Werneck Viana. De acordo com ele, o seminário é organizado pela Fundação João Mangabeira e pelo Instituto Pensar e não tem caráter político. “Apenas no primeiro dia da abertura que terá um caráter de evento político, mas os outros serão jornadas de trabalho. Esse primeiro seminário vai tratar de economia e de política, estratégia geral econômica do PSB e da REDE na Bahia para o ano de 2014 em diante”, explicou.

As negociações políticas do PSB, entretanto, conforme Leonelli, faz questão de destacar, continuam. Segundo Leonelli, o partido dialoga prioritariamente com o PV e com o PPS. “[Eles ainda] não demonstraram apoio, estamos trabalhando, construindo uma conversa, insistindo muito, desejando esse apoio, mas não tem nada certo, ainda está em discussão”. Arguido se vai iniciar um diálogo com o PP ou o PDT, caso sejam preteridos pela chapa petista, o ex-secretário respondeu: “Estamos, respeitosamente, aguardando uma decisão deles. Eles estão em conversação com o governo e nós estamos aguardando”.

Apesar de todo o ritmo de trabalho, o PSB só deve contar com a ex-ministra Eliana Calmon em março, quando de fato ela deve entrar na campanha. Pré-candidata a uma vaga no Senado, Calmon deve ser um diferencial na chapa do PSB. De acordo com Leonelli, pré-candidato a uma vaga na Câmara Federal, Eliana Calmon deve intensificar sua presença nas andanças socialista somente no próximo mês. Leonelli também informou que a ex-ministra não participa do primeiro Seminário Pensar a Bahia Sustentável.

“Eliana Calmon não vai estar porque estará viajando, mas ela vai ter representante”, afirmou Leonelli. A Tribuna questionou o ex-secretário sobre qual será a participação da ex-ministra nessa pré-campanha e o porquê dela não aparecer e nem ter ido aos eventos públicos com a militância. “Ela tem ido. Ela vai fazer essa viagem, que já estava programada com a família, mas ela volta em março para entrar na campanha de uma vez”, completou. Extraído do Política Livre.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.