Chapada: Final de semana com previsão de chuva fraca na região

Postado em fev 20 2014 - 7:37pm por Jornal da Chapada
chuva

Para a Chapada Diamantina, nordeste e sudoeste, a previsão é de chuva fraca e, ainda assim, em áreas isoladas | FOTO: Reprodução |

Os elevados índices de temperatura e de umidade do ar deverão manter o céu encoberto e chuvoso em grande parte da Bahia neste final de semana. No entanto, nas regiões oeste, São Francisco, norte, Recôncavo e sul é que deve ocorrer chuva mais significativa, conforme previsão do Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema). A umidade vinda da Amazônia, somada aos índices de temperatura de até 35°C (máxima), deve contribuir para intensificar a chuva no norte, oeste e São Francisco. No final da tarde e durante a noite, também há possibilidade de trovoada em áreas isoladas dessas regiões, como é típico do verão.

No sul e Recôncavo, o que continua favorecendo a ocorrência de chuva é a umidade vinda do Oceano Atlântico, a qual, junto com a temperatura de até 33°C , poderá intensificá-la. Segundo o Inema, nas áreas mais próximas ao litoral, a exemplo de Salvador e região metropolitana, é maior a chance de chuva. Para a Chapada Diamantina, nordeste e sudoeste, a previsão é de chuva fraca e, ainda assim, em áreas isoladas. Mesmo com a possibilidade de pouca chuva, nas áreas serranas da Chapada Diamantina e do sudoeste são esperados os menores índices de temperatura do estado, com mínima podendo chegar 16°C .

Maré
Desta sexta-feira a domingo ( 21 a 23), a maré deverá atingir altura máxima entre 7h e 10h e no período das 19 às 22h, com valores de 1,6 a 2,0 metros . Já a altura mínima deverá ocorrer entre 1h e 4h e das 13 às 16h, oscilando 0,5 a 0,9 metro . As ondas previstas para o período deverão ter agitação fraca com altura máxima podendo chegar a 1,5 metro .

Radiação ultravioleta
Uma das características do verão é a elevação da incidência de radiação solar e dos Índices de Radiação Ultravioleta (IUVs), o que é esperado para o período desta sexta-feira a domingo, quando deverão variar de 13 a 14. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), estes índices estão classificados na categoria ‘extrema’, exigindo cuidados redobrados quanto à exposição prolongada ao sol, principalmente das 10 às 16h. Para minimizar os danos à saúde, é recomendado o uso de protetor/filtro solar, chapéu, boné, óculos escuros e roupa leve.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.