Chapada: Polícia suspeita de latrocínio ou vingança no assassinato de Alan Mattos em Ipirá

Postado em fev 20 2014 - 12:02pm por Jornal da Chapada
alan

Alan Mattos foi encontrado morto às margens da estrada que liga os municípios de Ipirá e Itaberaba | FOTO: Reprodução |

Um crime assustou a população do município de Ipirá e região. Alan Mattos, natural de Ipirá, foi encontrado morto na tarde da quarta-feira (19) a 10 quilômetros da cidade, por populares. O rapaz que trabalhava na “Oficicar”, estava desaparecido desde a noite de terça (18) logo após sair da casa da namorada. Informações de parentes da vítima também dão conta que ao deixar a namorada em casa, Alan não foi mais visto. A família então decidiu procurar a polícia para registrar o desaparecimento, mas foi informada que tinha que esperar completar 24 horas do sumiço para fazer o registro e o boletim de ocorrência.

Amigos e parentes resolveram divulgar imagens de Alan pelo Facebook, mais ninguém tinha visto o rapaz. Durante diligência da Polícia Civil na tarde da quarta, os agentes forma informados por populares, que um corpo tinha sido encontrado na estrada para Itaberaba. A polícia foi até o local com a família que fez o reconhecimento da vítima. Alan foi encontrado morto com sinais de crueldade e dois tiros na nuca. O corpo foi envido para o DPT.

A informação da moto Shinerai, de cor branca, que Alan estava e de que foi encontrada, não foi confirmada pela polícia. Muitas manifestações estão sendo feitas pelo Facebbok. A população está abalada e muitas mensagens de pesar estão sendo enviadas para a família de Alan. “Aqui o que acontece com um, atinge a todos, ainda somos aquela cidade do interior, conhecemos todos, estamos tristes, junto com a família e vamos ficar juntinhos deles neste momento de dor”, disse uma amiga de Alan pela rede social.

Inicialmente, a polícia suspeita de latrocínio (roubo seguido de morte), pois a moto que a vítima estava foi levada, e, não descarta a possibilidade do crime está relacionado à vingança ou acerto de contas. As informações foram enviadas ao Jornal da Chapada pela jornalista Cristina Villarino.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

2 Comentários Sinta-se livre para participar desta conversa.

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.