Vila da Diversidade resgata luxo do Concurso de Fantasia do Carnaval de Salvador

Postado em mar 4 2014 - 2:00pm por Jornal da Chapada
agecom

| FOTO: Authur Garcia/Agecom |

Foi uma noite de muito glamour e criatividade no XVII Concurso de Fantasia, uma das atrações da segunda-feira (3) da Vila da Diversidade, no Largo Dois de Julho. Os candidatos capricharam, mas os grandes vencedores foram o veterano Edy Cyber na categoria originalidade, com a fantasia “Mix Animales, e a pernambucana Sandra Farias, que desfilou com o tema “Rainha do Império da Tijuca”, na categoria luxo. Sandra veio do Rio de Janeiro especialmente para o concurso.

Vários artistas foram homenageados na festa. Uma das performances que mais chamou a atenção foi a de Gilvan Ricart, cover oficial de Ney Matogrosso. Scarlet Sangalo, cover oficial de Ivete Sangalo, também levantou poeira no Largo Dois de Julho. Outro destaque foi Luana Lins como Mariene de Castro.

O presidente da Fundação Gregório de Mattos (FGM), Fernando Guerreiro, destacou a realização do concurso na Vila da Diversidade. “Acho que foi uma ideia genial. O Largo Dois de Julho é um centro artístico, onde moram muitos artistas, é um espaço perfeito porque na verdade o público LGBT estava espalhado, tava na Off, na Barra, na Praça Municipal, era muito confuso. Agora este palco direto tanto para programação LGBT, tanto para outros artistas é uma ideia muito boa e acho que esta funcionando muito bem. Tem anos que eu acompanho e hoje fiz questão de passar por aqui”, enfatizou Guerreiro.

Pessoas de todas as idades acompanharam o Concurso de Fantasia, que antes era realizado na Praça Municipal. Para Carlos Gonçalves, autônomo, morador de Itapuã, que acompanha desde o ano passado o concurso, é uma grande manifestação cultural não só de Salvador, mas também da Bahia. “Vim acompanhar esta maravilha de espetáculo. Eu adoro, é ótimo! Uma grande representação cultural baiana”. Gonçalves elogiou a Prefeitura de Salvador pela realização do evento no bairro Dois de Julho.” A Prefeitura foi feliz em revitalizar o Largo Dois de Julho, que estava esquecido e, no passado, era uma referência do Carnaval”, declarou.

O concurso é realizado pelo GGB (Grupo Gay da Bahia). De acordo com Marcelo Cerqueira, presidente da entidade, o grande destaque deste ano além da Vila da Diversidade foi o retorno da categoria luxo. “É muito bom a retomada da categoria luxo. Esperamos que, com a volta, tome outro significado, traga alegria e beleza para a Vila da Diversidade. A criação deste espaço é uma conquista para o público LGBT porque é um lugar onde se pode manifestar a criatividade e sexualidade. Espero que a Vila se firme como mais uma opção para esse público”.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.