“Ser preterido não aceito”, diz Nilo sobre escolha de Wagner para vice

Postado em mar 11 2014 - 12:47pm por Jornal da Chapada

O deputado estadual do PDT, Marcelo Nilo | FOTO: Reprodução |

O presidente da Assembleia Legislativa da Bahia, Marcelo Nilo (PDT), se negou a aceitar a mais provável decisão do governador Jaques Wagner (PT) sobre a escolha do vice divulgada na manhã desta terça-feira (11) entre os deputados federais João Leão (PP) ou Mário Negromonte (PP). Para o pedetista, essas possibilidades só seriam viáveis se fossem baseadas em critérios apresentados pelo governador Jaques Wagner.

“Ser preterido não aceito. Eu consegui assinaturas de 22 deputados federais e 33 estaduais. Não existe essa informação de que eu aceito Leão. Fiquei 16 anos na oposição, comi sal e poeira para chegar aonde cheguei. Então, eu aceito qualquer coisa, pesquisa… Enfim, critérios. Mas preterido não”, afirmou em entrevista na Tudo FM nesta manhã de terça (11).

O deputado também garantiu que tem conversado constantemente com o governador e que ainda não há uma decisão sobre quem será o vice na chapa do PT. “Em nenhum momento ele comunicou e não existe essa definição. Ele já disse que só vai anunciar no fim do mês”.

Ao ser questionado sobre o que pretende fazer no caso de ficar fora da chapa, ele foi sincero: “Eu posso não apoiar ninguém para majoritária; anunciar meu voto a Rui Costa, mas não fazer campanha; dizer que não gostei, que me senti injustiçado, ofendido… Tem várias coisas que eu posso tomar posição”, listou. Redação do site Bocão News.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.