Chapada: Comunidades rurais terão acesso à água ampliado a partir de ação da Codevasf

Postado em mar 17 2014 - 5:05pm por Jornal da Chapada
sertão

O contrato com a empresa responsável pelas obras já foi assinado e publicado no Diário Oficial da União | FOTO: Divulgação/Codevasf |

Comunidades rurais de 14 municípios da Bahia serão beneficiadas com a instalação de 11 poços tubulares que já foram perfurados e com a perfuração e instalação de 49 novos poços. O objetivo é levar água de qualidade, própria para o consumo, para as pessoas que vivem nesses locais, garantindo o abastecimento de uma maneira mais acessível e facilitada. Os municípios contemplados são Glória, Jaguarari, Morro do Chapéu, Campo Alegre de Lourdes, Remanso, Juazeiro, Curaçá, Uauá, Miguel Calmon, Campo Formoso, Mirangaba, Jacobina, Casa Nova e Sobradinho. Eles estão localizados na área de atuação da 6ª Superintendência Regional da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), situada em Juazeiro (BA).

O contrato com a empresa responsável pelas obras já foi assinado e publicado no Diário Oficial da União, e os recursos do Orçamento Geral da União, indicados por emendas parlamentares, somam R$1,9 milhão. O engenheiro civil da Codevasf, Wellington Vinícius, afirma que a execução dessas obras é importante para a sobrevivência das famílias que convivem diariamente com a falta de água. “A Codevasf já instalou poço para famílias que tinham de andar quilômetros para ter acesso à água. Com o poço instalado, elas não precisam mais ir para longe, porque têm água na porta de casa”, salienta.

Sobre os poços
Os poços a serem perfurados e instalados nos municípios baianos são do tipo cristalino que, de acordo com Wellington Vinícius, representam mais de 90% dos poços existente na região norte da Bahia. O poço cristalino se caracteriza pela perfuração e instalação em regiões de subsolo rochoso. “O poço é perfurado diretamente na rocha, e a captação da água, que fica acumulada nas rachaduras (fendas) das rochas, é realizada com a utilização de bombas submersas”, explica Vinícius. Em 2013, mais de 60 poços tubulares cristalinos foram perfurados pela 6ª Superintendência Regional da Codevasf. Os investimentos giram em torno de R$ 768 mil.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.