Paulo Souto diz que a escolha na oposição será resolvida localmente

Postado em mar 21 2014 - 2:52pm por Jornal da Chapada
souto

O ex-governador Paulo Souto (DEM) | FOTO: Reprodução |

Enquanto o quadro do governo para as eleições está fechado, na oposição ainda não há um cenário definido sobre o candidato que irá liderar a chapa nas eleições de 5 de outubro. Nos bastidores surgem expectativas de que uma decisão possa ser encaminhada com a chegada do senador e pré-candidato à presidência Aécio Neves (PSDB) a Salvador no próximo sábado. O tucano virá à capital baiana, a princípio para um compromisso social, o aniversário de 15 anos da filha do ex-ministro Geddel Vieira Lima (PMDB), mas poderá ajudar o prefeito ACM Neto (DEM) a resolver o imbróglio que envolve a disputa entre o pré-candidato peemedebista e o pré-candidato democrata, o ex-governador Paulo Souto.

Os peemedebistas tentariam mostrar para o líder tucano a necessidade de fortalecer o seu palanque na Bahia, com a indicação de Geddel para governador. O argumento é de que o PSDB e o DEM já são aliados naturais, enquanto o PMDB agregaria mais uma força ao desejo tucano de chegar ao Planalto. Mas, esse anseio não seria comungado pelos tucanos e democratas em âmbito estadual. Souto disse ontem que “aguarda a decisão dos partidos” e ainda frisou que o fechamento está centrado na Bahia. “De minha parte acho que tudo vai ser resolvido localmente”, disse na quarta (20) para a reportagem da Tribuna da Bahia.

O deputado federal Jutahy Magalhães (PSDB) também afirmou que a conclusão está nas mãos do prefeito. Ele afastou a expectativa de Aécio interferir no contexto local e pontuou: “Minha opinião eu já dei de quanto mais forte o candidato, mais ajuda”, frisou. Ainda na espera, Geddel também evitou dar declarações sobre o assunto. O deputado federal Lúcio Vieira Lima (PMDB) repetiu que a oposição aguarda a definição por parte do prefeito.

PSB/Rede/PPS
A vinda para Salvador do presidenciável, Eduardo Campos (PSB) e da ex-senadora e líder da Rede, Marina Silva, para o 3º Encontro Regional Programático – Nordeste também aumenta a expectativa no cenário político. Consta que o líder socialista também foi convidado pelo ex-ministro Geddel para os 15 anos de sua filha, o que amplia os rumores da possibilidade de conversação entre o PSB e o PMDB, embora lideranças de ambos os lados neguem a conjuntura. Oficialmente, porém, a informação é de que o seminário servirá para afinar a aliança entre PSB-REDE-PPS. O encontro acontece neste sábado, na Arena Fonte Nova. Extraído da Tribuna da Bahia.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.