Salões de Artes Visuais chegam a Lençóis, na Chapada Diamantina

Postado em abr 4 2014 - 4:16pm por Jornal da Chapada
chapada

Exposição será aberta no dia 11 de abril, na Casa Afrânio Peixoto | FOTO: Reprodução |

A Fundação Cultural do Estado da Bahia (FUNCEB), entidade vinculada à Secretaria de Cultura do Governo do Estado (SecultBA), dá início às três últimas etapas dos Salões de Artes Visuais da Bahia 2013, nas cidades de Lençóis, Barreiras e Vitória da Conquista. Já no próximo dia 11 de abril, sexta-feira, às 19 horas, será aberta a primeira exposição, na cidade histórica de Lençóis, na Chapada Diamantina, na Casa Afrânio Peixoto, permanecendo em cartaz até 25 de maio, com visitação pública gratuita, de segunda a domingo, das 9 às 21 horas. No dia da abertura do Salão, três obras entre as 17 expostas serão premiadas por um júri especializado com R$ 7 mil cada uma. Também há premiações simbólicas: menções especiais e o Prêmio do Público, este concedido através do voto dos visitantes.

Retomada
Apresentar a diversidade da produção baiana em artes visuais, divulgar o trabalho dos artistas e estimular a reflexão sobre temas atuais da área são os objetivos dos Salões de Artes Visuais da Bahia, consolidados em 21 anos como um dos principais meios de incentivo à criação e difusão de produção artística e à dinamização dos espaços expositivos do interior do estado. Na edição de 2013, houve um recorde de inscritos: das 463 propostas apresentadas, por meio de edital público, foram selecionadas 108 obras realizadas por 77 diferentes artistas, nas mais diversas técnicas e estilos.

As exposições agora agendadas retomam a execução do projeto, que foi suspenso no ano passado para a regularização de compromissos relacionados ao cumprimento aos Decretos nºs 14.682 e 14.710/2013, que determinaram o contingenciamento no orçamento das secretarias e órgãos estaduais. Antes, haviam sido realizadas mostras em Feira de Santana e Teixeira de Freitas.

Com a retomada, os Salões totalizarão cinco exposições em cinco cidades-sede, cada uma pertencente a um Macroterritório de Identidade do estado. Depois de Lençóis, no dia 10 de maio, será a vez de Barreiras, no oeste baiano, no Mercado Coparrosa, até 26 de junho. Finalizando a edição, no dia 18 de julho, o evento chega a Vitória da Conquista, no sudoeste, no Centro de Cultura Camillo de Jesus Lima, até 31 de agosto. Todas as exposições têm visitação aberta ao público gratuitamente.

ARTISTAS E OBRAS PARTICIPANTES DOS SALÕES DE ARTES VISUAIS DE LENÇÓIS:
Cecília Tamplenizza, com a obra “Astrozoofili” (vídeoarte); Ciane Fernandes, “Evoca(N)ções” (performance); Devarnier Hembadoom Apoema, “Trouxa de mulher-dama posta pra fora do recinto de trabalho sem direito a nada…” (técnica mista: objeto, roupas e objetos pessoais); Dmitri de Igatu, “Memórias da Chapada Diamantina” (acrílica s/tela); Félix Caetanno, “Construto” (tijolos, dobradiça e vergalhão); Flávio Lopes, “Requiem para William Turner” (videoarte); Jô Félix, “Interstício” (tríptico Fotografia); Uirá Meneses, “Im(v)ersões Corpo Ambiente” (videoarte); José Arcanjo, “Passeios com os cães” (instalação); Laércio Fonteviva, “Vila Asa Branca” (pintura); Tish, “Filho veado” (instalação); Marcio Junqueira “Devocional” (instalação); Marco Antonio de Ferreira, “Ignescência” (chapas de ferro-sucata-soldadas); Michelle Mattiuzzi, “Merci Beaucoup, Blanco” (performance); Pablo Lucena, “Ponto Turistico nº 01”(instalação); Roberta Nascimento, “Melancolia, obrigada Lars Von Trier” (performance instalação); Cristina Damasceno, “Aconchego” (colagem em papel com fotografias e pintura).

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.