Uneb lamenta fechamento dos portões da universidade pelo 2º dia consecutivo

Postado em abr 10 2014 - 7:56pm por Jornal da Chapada
uneb

A atual gestão da Uneb, que assumiu em janeiro deste ano, informa que está em dia com os pagamentos das empresas terceirizadas referentes a 2014 | FOTO: Reprodução |

A Universidade do Estado da Bahia (Uneb) emitiu texto para a imprensa lamentando o fechamento dos portões da universidade, pelo segundo dia consecutivo, por parte do Sindicato dos Trabalhadores em Limpeza Pública do Estado da Bahia (Sindilimp). “A Uneb respeita a livre manifestação dos trabalhadores terceirizados, entretanto discorda veementemente do acorrentamento dos portões e do impedimento das atividades no campus, o que tem prejudicado o livre acesso dos estudantes, professores e técnicos administrativos, ferindo o direito constitucional de ir e vir. É fundamental a continuação das atividades acadêmicas, tais como a realização das aulas e das ações de pesquisa e extensão, além do trabalho da administração no que tange ao desenvolvimento de suas tarefas, inclusive os pagamentos de serviços e fornecedores”, aponta o texto.

A atual gestão da Uneb, que assumiu em janeiro deste ano, informa que está em dia com os pagamentos das empresas terceirizadas referentes a 2014, cabendo agora às empresas, efetuarem os pagamentos aos trabalhadores. Nesta quarta-feira (9), a Uneb efetuou o pagamento da Empresa Medial Empreendimentos, referente ao mês de março de 2014, em virtude de que, somente na terça-feira (8), a empresa enviou para a Uneb a fatura de cobrança.

A Uneb informa ainda que, na atual gestão, para efetuar os pagamentos é necessário que as empresas apresentem os comprovantes de depósito de FGTS, recolhimento de INSS e outros documentos necessários para liberação. Os eventuais atrasos nos pagamentos ocorrem em virtude das empresas não apresentarem essa documentação em tempo hábil. “A Uneb trabalha pelo restabelecimento da normalidade, ao tempo em que comunica aos estudantes, professores e técnicos administrativos que o calendário acadêmico, que prevê cem dias letivos, não será comprometido”, finaliza o texto enviado para a imprensa.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.