PF da Bahia adere a movimento nacional e para 70% do efetivo por 24h

Postado em abr 23 2014 - 10:50pm por Jornal da Chapada
PF

Segundo o sindicato, os serviços de investigação criminal e serviços de controles químicos estão afetados | FOTO: Reprodução |

Escrivães, agentes e papiloscopistas da Polícia Federal (PF-BA) aderem paralisação nacional, por 24h, nesta quarta-feira (23). A última mobilização ocorreu de 11 a 13 de março, na sede do órgão, no bairro de Água de Meninos, em Salvador. De acordo com o Sindicato dos Policiais Federais (Sindipol-BA), 70% do efetivo está paralisado. Uma assembleia, que foi realizada na superintendência da PF, decidiu os rumos do movimento. Segundo o sindicato, os serviços de investigação criminal e serviços de controles químicos estão afetados. Já os serviços de ida e volta, entrada e saída, juntamente com emissão de passaportes em aeroportos, estão funcionando com 30% do efetivo.

“Estamos reivindicando aumento dos salários, que permanecem congelados e, além disso, a reestruturação do ponto de vista da estrutura organizacional da PF. Aspectos de logística também estão sendo negligenciados”, relatou José Mario, vice-presidente da Sindipol-BA. O vice-presidente apontou ainda “a falta de servidores por afastamento devido à problemas de saúde causados por essa falta de respeito do governo federal”. Segundo ele, os agentes estão desprovidos de barcos, lanchas e meios para suporte no policiamento costeiro da Baía de Todos- os-Santos. Do Portal G1.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.