Incêndio destrói madeireiras em Feira e mostra falta de estrutura de Corpo de Bombeiros

Postado em abr 30 2014 - 5:05pm por Jornal da Chapada
incêndio

O fogo se espalho rapidamente | FOTO: Divulgação/Jorge Negrão |

A falta de estrutura do Corpo de Bombeiros em Feira de Santana veio novamente à tona nesta quarta-feira (30). Na madrugada de hoje um incêndio de grandes proporções atingiu três madeireiras na Princesa do Sertão. O incêndio assustou os moradores, da Rua Fernando Ferrari, próximo à Avenida Maria Quitéria, que acionaram o Corpo de Bombeiros, quando o fogo ainda estava se alastrando.

Na Assembleia Legislativa da Bahia, o deputado estadual Carlos Geilson (PTN) criticou o sucateamento do Corpo de Bombeiros em Feira de Santana e na Bahia. De acordo com ele, esse é mais um incêndio que termina com grande prejuízos em Feira, pois o Corpo de Bombeiros não tem recursos e equipamentos suficientes para atuar nessas situações.

“Não adianta apenas boa vontade dos bombeiros. Eles não tem condições de trabalhar sem os equipamentos necessários. Não tem hidrante suficiente, não tem estrutura. Para ajudar a apagar o fogo foi preciso um carro pipa da prefeitura. Imaginem o desespero desses comerciantes ao ver suas lojas em chamas e o Corpo de Bombeiros que deveria estar ajudando, também passando por apuros! É inacreditável uma situação dessas, é inaceitável”, afirmou o parlamentar.

Para conter o fogo, o Corpo de Bombeiros precisou pedir ajuda à ViaBahia e ao 35° Batalhão de Infantaria. Segundo o coronel Prudente, da Defesa Civil, foram utilizados três carros, mas não tinham apoio de água, o que dificultou a ação rápida. A causa do incêndio ainda é desconhecida.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.