Sobe para 26 número de presos em esquema de desvio de verba na Bahia

Postado em maio 15 2014 - 10:00am por Jornal da Chapada
pf

‘Operação 13 de Maio’ foi deflagrada na terça-feira | FOTO: Reprodução/TV Bahia |

Subiu para 26 o número de presos na operação da Polícia Federal de combate ao esquema de desvio de verbas públicas em prefeituras de municípios baianos. De acordo com a PF, a última pessoa presa foi um servidor público que se apresentou na noite de quarta-feira (14), na Superintendência Regional de Polícia Federal na Bahia, em Salvador. Três mandados de prisão temporária ainda faltam ser cumpridos. A “Operação 13 de Maio” foi deflagrada na terça-feira (13) em 26 municípios baianos, além de Aracaju (SE) e Brasília (DF). Segundo a polícia, o montante de dinheiro desviado chega a R$ 70 milhões.

Os prefeitos ficarão presos por cinco dias, prorrogáveis por mais cinco. A Polícia Federal afirma que os eles devem ser ouvidos entre esta quinta-feira (15) e sexta-feira (16). Do total dos mandados de prisão emitidos na operação, dois são para prefeitos, quatro ex-prefeitos, quatro vereadores, seis secretários ou ex-secretários, além de diversos servidores públicos. Pelo menos 90 laudos periciais foram emitidos.

Esquema investigado
De acordo com o delegado José Nogueira, responsável pelo caso, os envolvidos nas fraudes desviavam verba federal do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) ou verbas estaduais e municipais. As fraudes eram cometidas por meio da contratação de empresas de fachada para eventos; contratação de empresas para obras públicas, a exemplo da construção de escolas; além de haver desvio de dinheiro do Ministério da Saúde para compra de remédios, e verba muncipal desviada também do transporte escolar.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

1 Comentário Sinta-se livre para participar desta conversa.

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.