Secretário se defende sobre acusações de assédios moral e sexual; Comissão da Alba vai apurar

Postado em maio 29 2014 - 4:11pm por Jornal da Chapada
almiro e maia

Além da apuração da Corregedoria, a Comissão da Mulher na Assembleia Legislativa da Bahia prometeu investigar o caso | FOTO: Montagem do JC |

O secretário da Justiça, Cidadania e Direitos Humanos, Almiro Sena, encaminhou, por meio de sua assessoria, uma resposta sobre a denúncia protocolada no Ministério Público, e que deve ser apurada pela Corregedoria do órgão, sobre supostos casos de assédios moral e sexual que funcionárias da pasta teriam sofrido. “A respeito das alegações levianas e covardes acerca de suposto ‘assédio sexual e moral’, praticado por mim, só tenho a afirmar que jamais pratiquei ou praticarei atos dessa natureza. Não posso imaginar as insidiosas motivações que podem estar por trás dessas calúnias, difamações e injúrias. Todavia, postulo a imediata apuração dos fatos para que a verdade prevaleça, à luz da lei e da justiça”, diz o texto. Além da apuração da Corregedoria, a Comissão da Mulher na Assembleia Legislativa da Bahia prometeu investigar o caso.

Comissão da Mulher
Vice-presidente da Comissão de Direitos da Mulher da Assembleia Legislativa (Alba), a deputada Luiza Maia (PT) disse que vai apurar as denúncias de abuso sexual que envolvem o secretário da Justiça, Cidadania e Direitos Humanos, Almiro Sena. “Vamos apurar sim. A gente não deve se precipitar, porque vivemos em uma era de ‘denuncismos’. Mas um secretário de Estado fazer uma coisa dessa eu abomino, condeno. A gente deve ouvi-lo”, reiterou a petista. O colegiado se reúne na próxima quarta-feira (4). “Se ele provar a inocência, bateremos palma. Do contrário, vamos até o fim na apuração”, avisou. Textos do site Bocão News.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

1 Comentário Sinta-se livre para participar desta conversa.

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.