Eleições 2014: Paulo Souto visita Barreiras com chapa completa e com o prefeito ACM Neto

Postado em maio 31 2014 - 12:00pm por Jornal da Chapada
valter

Paulo Souto e comitiva durante visita ao município de Barreiras | FOTO: Valter Pontes/Coperphoto |

“O Oeste precisa de mais atenção do governo. Por isso, defendemos a implantação de uma unidade de administração regional, ligada diretamente ao gabinete do governador, nesta região”, afirmou o pré-candidato oposicionista ao governo, Paulo Souto, em Barreiras, na manhã deste sábado (31) reiterando o compromisso já anunciado em Teixeira de Freitas de descentralizar e aproximar a gestão do governo das regiões mais distantes, como o Oeste e o Extremo Sul.

No Espaço Bartira Eventos, completamente lotado, ao lado dos também pré-candidatos Joaci Góes (vice) e Geddel Vieira Lima (senador), além dos prefeitos ACM Neto de Salvador e José Ronaldo de Feira de Santana, políticos e várias lideranças locais, Souto explicou a proposta de criar administrações regionais no Oeste e no Extremo Sul. Ele destacou a necessidade de aproximar mais o governo dessas regiões, que ficam nas divisas da Bahia. “Essas zonas territoriais, devido à distância da capital, acabam sendo prejudicadas no atendimento de suas necessidades pelo estado”.

Para Paulo Souto, as administrações regionais terão o papel de acompanhar e coordenar todas as ações do governo na região, com foco na qualidade dos serviços públicos prestados, funcionando como um elo entre o poder governamental e as populações locais. “O objetivo é levantar e transmitir diretamente as necessidades e prioridades regionais ao governador”.

Na opinião do pré-candidato da oposição a governador, o verdadeiro desenvolvimento regional, com interiorização e integração da Bahia, somente se efetivará pela desconcentração dos investimentos e pela descentralização administrativa. “Além da ênfase na retomada do processo de atração de investimentos direcionados para o interior, a efetiva presença do governo nas regiões mais distantes do estado vai eliminar a sensação de abandono governamental e um possível sentimento separatista”, concluiu.

O prefeito ACM Neto elogiou a proposta de Paulo Souto de governar mais próximo do povo baiano. “Penso como Paulo Souto que, quanto mais equilíbrio houver entre as regiões, melhor será para a Bahia.” Com o assentimento do pré-candidato a governador, Neto anunciou que, eleito, Paulo Souto vai ampliar o Hospital do Oeste que ficou pequeno para atender a região. Ele ainda observou que a Bahia vai precisar de um senador “retado” em Brasília. “A coragem que falta em muitos políticos em Brasília, sobra em Geddel, o nosso futuro senador”.

Geddel, por sua vez, destacou o compromisso da chapa oposicionista em acender a fé e o futuro da Bahia. “Paulo Souto é a certeza do homem experimentado que muito conhece os problemas de nosso estado. Eu quero ser a voz da Bahia no senado. Nossa chapa e constituída de homens públicos que costumam cumprir os compromissos assumidos. Não fazemos propaganda enganosa”.
Acompanham o trio oposicionista o ex-governador Nilo Coelho, os deputados federais Fábio Souto, Maurício Trindade, Jutahy Júnior e Arthur Maia, o líder regional Zito Barbosa e os pré-candidatos Cláudio Taboada, João Gualberto e Pablo Barroso.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.