Massa de ar quente volta a ganhar força e diminui a nebulosidade e chance de chuvas na Chapada

Postado em nov 19 2015 - 4:49pm por Jornal da Chapada
foto5

Incêndio teria destruído 30 mil hectares na região da Chapada Diamantina, segundo governo | FOTO: Divulgação/ICMBio |

Para quem esperava chuva na Chapada Diamantina esta semana, a previsão do tempo traz um péssima notícia. É que a massa de ar quente e seco que agia na região voltou a ganhar força causando a redução da nebulosidade e das chances de chuvas. De acordo com texto enviado pelo Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema) ao Jornal da Chapada, o tempo para os próximos dias na Bahia deve ter algumas mudanças, principalmente, quanto à massa de ar quente e seco. Com isso, o predomínio é de céu ensolarado e sem chuvas na maior parte do Estado. Mesmo com a atuação dessa massa de ar, ainda são esperadas chuvas na faixa centro-sul e oeste da Bahia.

Segundo o Inema, a frente fria que está avançando pelo Sudeste brasileiro, somada a umidade vinda da região Amazônica, continua influenciando o tempo, sobretudo, nas regiões Oeste, São Francisco, Sudoeste e Sul, onde deverá manter o céu encoberto e chuvoso na maior parte do período. É importante destacar que, devido à influência da massa de ar, as chuvas serão de fraca intensidade. No entanto, as temperaturas elevadas previstas para essas regiões aumentam as chances de ocorrer eventos isolados de chuvas mais intensas, principalmente, no Oeste (máximas de até 39°C) e Sul do Estado (com máximas de até 33°C).

Leia também:
Incêndio no Vale do Capão preocupa combatentes; ICMBio segue atuando em três focos
Fogo na Chapada: Aeronave da FAB lança 48 mil litros de água em Mucugê e Morro Branco
Incêndios criminosos são debelados na Chapada Diamantina, diz governo

Confira vídeo do fogo na Chapada Diamantina

Para as demais regiões do Estado, a massa de ar quente e seco é o sistema que continua influenciando o tempo, onde deverá manter o céu ensolarado e sem chuvas na maior parte do período. Além disso, a persistência desse sistema também reflete no aumento das temperaturas, onde as máximas poderão variar de 34°C (na Chapada Diamantina e Recôncavo) a 37°C (Norte e Nordeste). Na Chapada Diamantina, os focos de incêndios que atingem a região são combatidos diariamente, e os envolvidos esperavam que a previsão trouxesse a esperança de chuva, mas o clima segue seco e com baixa umidade.

Com essa previsão de tempo quente e seco, juntamente com a vegetação ressecada, mantém-se o alerta quanto às queimadas nessas regiões. Assim, recomenda-se cautela quanto à utilização do fogo nas atividades de campo, principalmente, na preparação do solo para o próximo plantio e/ou renovação de pastos para os animais, já que, uma simples ponta de cigarro ou uma faísca pode dar origem a uma grande queimada, o que pode trazer grandes prejuízos sociais, econômicos e ambientais para essas áreas.

Fotos dos combates aos incêndios na Chapada Diamantina:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Salvador
Para a cidade de Salvador e região metropolitana, onde a previsão também é de céu parcialmente nublado a claro e com poucas chances de chuvas, as temperaturas deverão variar entre mínimas de 23°C e máximas de 33°C.

Maré
Para o período entre os dias 20 (sexta-feira) e 22 (domingo), a maré deverá atingir sua altura máxima entre às 11h e às 13h e entre às 23h e 01h (do dia seguinte), com valores variando de 1,7 a 2,6 metros. Já as alturas mínimas deverão ser registradas no período entre às 05h e às 07h e entre às 17h e às 19h, com valores variando de 0,2 a 0,8 metro. As ondas previstas para esse período deverão ter agitação fraca, com altura máxima podendo chegar a 1,5 metro.

foto6

Na Chapada Diamantina, as temperaturas devem aumentar durante o dia e cair à noite | FOTO: Divulgação/Inema |

Índice de Radiação Ultravioleta
A primavera é a estação de transição entre as estações de inverno e do verão, ou seja, nas primeiras semanas as temperaturas são mais amenas e com tempo seco (típica do inverno) e da metade para o final da estação essas temperaturas se elevam e as chuvas ficam mais intensas (típica de verão). Também é nessa estação que há maior incidência de radiação solar e, consequentemente, elevação dos Índices de Radiação Ultravioleta (IUV’s).

Esse aumento pode ser visto na previsão para o período de 20 (sexta-feira) a 22 (domingo), quando os IUV’s deverão variar de 12 a 13. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS) estes Índices fazem parte da categoria de intensidade “Extrema”, o que requer cuidados quanto à exposição prolongada à radiação solar, principalmente, nos horários das 10 às 16h, como: usar protetor/filtro solar, chapéus, bonés, óculos escuros e roupas leves. Com informações do Inema.

Leia também:
Conversa bonita e mãos cheias de doces não resolvem o fogo na Chapada, diz presidente da Cifa
Secretário diz que incêndio na Chapada atinge 15 mil hectares: ‘Talvez não se possa superar’
Rui se reúne com representantes de brigadistas e diz que momento é de crise; confira vídeo
Campanhas de universidades arrecadam doações para brigadistas que combatem o fogo na Chapada

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

11 Comentários Sinta-se livre para participar desta conversa.

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.