Poços Azul e Encantado são boas pedidas para visitação na Chapada Diamantina

Postado em abr 13 2017 - 1:33pm por Jornal da Chapada
jc1

Os poços Encantado e Azul ficam nos municípios de Itaetê e Nova Redenção | FOTO: Montagem do JC |

Os Poços Azul e Encantado, localizados nos municípios de Nova Redenção e Itaetê, na Chapada Diamantina, respectivamente, têm uma beleza impactante para os visitantes. Muitos passeios para esses locais partem de Lençóis e podem ser feitos com agências de turismo locais. Muitas dispõem de uma saída que contempla os dois poços mais famosos da região. São cerca de duas horas de viagem do Poço Encantado saindo de Lençóis entre estradas de terra e asfalto. É preciso descer uma escadaria para receber orientações de como seguir e os equipamentos de segurança como touca higiênica e capacete com lanterna. O mergulho no local não é permitido por questão de preservação.

Mas isso não diminui a admiração da beleza do local. A profundidade do poço vai até os 60 metros. O fundo dele é totalmente visível e de forma tão límpida que as pessoas só percebem a água quando o guia local joga uma pedra pequena para que a água se movimente e seja possível enxergar a dimensão do poço. Um feixe de luz é visível no poço no período de abril a setembro, sendo que os melhores meses para visualizar o fenômeno são junho e julho, quando a posição do sol permite a penetração dos raios de luz com mais intensidade nas cavernas.

Confira fotos do Poço Encantado

Este slideshow necessita de JavaScript.


Poço Azul
Depois de mais uma hora viajando de carro, partindo de Lençóis, se chega ao Poço Azul. No local, uma espécie de clube com estrutura de bar, lanchonete, restaurante e banheiros. Os grupos de 15 a 20 pessoas vão se formando e descendo de acordo com a hora de chegada. A comida regional oferece, dentre outros sabores abóbora, carne de sol e até picadinho de palma, espécie de cacto, para os que gostam de provar comidas diferentes. O almoço já está incluso no passeio.

Nesse poço o mergulho é autorizado, para satisfação dos turistas. Lá o feixe de luz tem duração de duas horas em média, que vai das 12h30 às 14h30. Para nadar no local é preciso colocar o colete salva-vidas e a máscara de snorkel. Os guias são muito receptíveis e fazem várias fotos enquanto os visitantes se banham naquela água cristalina e azul.

Esse roteiro é um dos mais recomendados para pessoas de todas as idades, salvo pessoas com dificuldades de mobilidade em virtude das escadas, pois o veículo deixa os visitantes muito perto das atrações. Na alta temporada, os grupos ficam em média 20 minutos e na baixa o dobro. Quem tem dois dias de passeio em Lençóis pode aproveitar essa dica e fazer um roteiro básico, com visitas ao Morro do Pai Inácio e, na sequência, estes dois poços. Jornal da Chapada com informações do site Turisteiro.

Confira fotos do Poço Azul

Este slideshow necessita de JavaScript.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

2 Comentários Sinta-se livre para participar desta conversa.

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.