Chapada: Professores de Ituaçu decidem em assembleia se entram em greve

JC
Postado em maio 19 2017 - 3:15pm por Jornal da Chapada
capa

Os principais motivos de insatisfação da categoria são o não pagamento do piso salarial e a falta de cumprimento do imposto sindical | FOTO: Montagem do JC/Acervo Pessoal |

Na próxima terça-feira (23), às 18h, os professores do município de Ituaçu, na Chapada Diamantina, realizarão uma assembleia, na Congregação Mariana de São Luiz, para definir se entram em greve ou não. A presidente do Sindicato dos Professores da Rede Municipal de Ituaçu (Sinproi), Maria do Alivio da Silva Cangussu, disse ao Jornal da Chapada que “os principais motivos de insatisfação da categoria são o não pagamento do piso salarial e a falta de cumprimento do imposto sindical”.

A presidente do Sinproi usou a tribuna livre da Câmara de Vereadores na manhã desta sexta-feira (19) para expor a situação dos professores quanto ao não cumprimento, por parte da prefeitura, da Lei Federal 11.738/08, sobre atualização anual do piso salarial dos professores, das Leis municipais 897/13, sobre plano de carreira, e sua lei complementar 004/14 e do artigo 580 da Constituição Federal – que abrange a questão do imposto sindical.

Maria falou também sobre a falta de comunicação da atual gestão municipal com o sindicato. Segundo a sindicalista, “em termos da lei de plano de carreira, muitos professores estão realizando mestrados, especializações, pós-graduações e não são contemplados com o salário adequado às suas capacitações”.

Jornal da Chapada

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.