#Bahia: Incra lamenta o assassinato do trabalhador rural quilombola e líder da comunidade Jiboia

JC
Postado em jul 14 2017 - 12:22pm por Jornal da Chapada
incra

José Raimundo Mota de Souza presidia a associação de trabalhadores quilombolas da comunidade de Jiboia em Antônio Gonçalves | FOTO: Reprodução |

A Superintendência Regional do Incra na Bahia lamenta o crime ocorrido, na última quinta-feira (13), que ceifou a vida do trabalhador rural e líder quilombola, José Raimundo Mota de Souza, de 36 anos, em Antônio Gonçalves. A instituição solidariza-se com a família de Souza e com as outras 224 famílias que vivem no Território Quilombola Jiboia, situado entre os municípios de Antonio Conselheiro e Filadélfia. Souza presidia a associação de trabalhadores quilombolas dessa comunidade.

Nesta sexta-feira (14), a Ouvidoria Agrária Regional do Incra-BA está oficiando a Polícia Civil, solicitando informações sobre o crime, e relatará o ocorrido a Delegacia Agrária do estado. A autarquia aguarda o resultado das investigações por parte dos órgãos do sistema de Justiça e a devida responsabilização dos culpados.

O Território Quilombola Jiboia possui publicado o Relatório Técnico de Identidade e Delimitação (RTID), que integra o processo de regularização fundiária da comunidade. O Incra-BA já notificou os proprietários dos imóveis rurais inseridos no perímetro e atualmente transcorre o prazo de 90 dias em que cabe a contestação por parte dos proprietários sobre o relatório. As informações são do Incra.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.