Chapada: Nova Redenção sedia segundo ‘Encontro Locorregional do Programa Mais Médicos’

JC
Postado em jul 14 2017 - 4:45pm por Jornal da Chapada
foto6

De acordo com a prefeitura, os profissionais tiveram a situação econômica melhorada, pois agora recebem o teto dos valores pactuados pelo Governo Federal e Cuba | FOTO: Divulgação/Ascom |

O município de Nova Redenção, na Chapada Diamantina, sediou o ‘II Encontro Locorregional de Profissionais do Programa Federal Mais Médicos’, na última quinta-feira (13), no Centro Cultural Consuêdes Benevides. Representantes de Andaraí, Mucugê e Itaetê também participaram do encontro. Dos municípios reunidos participaram nove médicos, sendo sete cubanos e dois brasileiros. Entre eles estava o dr. Danilo Lobo Ramos, supervisor microrregional do ‘Mais Médicos’ que ministrou palestra de capacitação sobre as doenças endêmicas leishmaniose e esquistossomose.

Médicos, enfermeiros, coordenadores e os demais profissionais da área da Saúde foram recepcionados pelo líder político do município Ivan Soares. Após dar as boas-vindas, Ivan falou sobre a importância do programa Mais Médicos, dizendo que ele e a prefeita Guilma Soares (PT), do ‘Governo da Reconstrução’, sempre o abraçaram, desde que foi idealizado. Em sua fala, o líder político demonstrou toda a sua gratidão aos presidentes Lula e Dilma pela sensibilidade de enxergarem os pequenos municípios desprovidos da assistência médica, afirmando que a criação do programa foi uma medida extremamente acertada.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Soares falou também sobre os médicos cubanos que atuam em Nova Redenção, ressaltando as qualidades profissionais “daqueles que têm sido motivo de elogios pela população, por conta de seu comprometimento, disciplina e humildade no trato com o povo”. Na oportunidade, o titular da pasta de Saúde lembrou a situação difícil em que foram encontrados os médicos cubanos no início da gestão da prefeita Guilma.

Ivan disse que os profissionais estavam desestimulados e relegados ao segundo plano. “A atual gestão, sensibilizada com a situação e com o quanto são humildes, principalmente na questão da humanização no atendimento, mudou a realidade dos médicos cubanos no município, que além de estarem sendo mais valorizados”, disse Ivan.

Segundo ele, os profissionais tiveram a situação econômica melhorada, pois agora recebem o teto dos valores pactuados pelo Governo Federal e Cuba. No encerramento do evento, a prefeita Guilma Soares (PT) agradeceu a visita e participação dos profissionais da Saúde de Andaraí, Mucugê e Itaetê, bem como a população local que se fez presente. Jornal da Chapada com informações de assessoria.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.