Comissão da Câmara Federal solicita que governo apure e informe providências sobre homicídio de Felipe Doss

Postado em nov 14 2017 - 1:00pm por Jornal da Chapada
doss

Doss teria sido executado com um tiro na cabeça, próximo a sua casa, em Salvador | FOTO: Divulgação|

O homicídio do militante do movimento negro baiano, da luta LGBT e estudante Felipe Doss, assassinado na noite do dia 9 de novembro, teve solicitação de apuração enviada pelo presidente da Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara dos Deputados (CDHM), deputado Paulão (PT-AL), ao governador da Bahia, Rui Costa (PT), e ao secretário de Segurança Pública do estado, Maurício Teles Barbosa. O presidente do CDHM quer informações com urgência sobre as providências tomadas quanto ao assassinato de Doss.

Segundo denúncias recebidas pelo colegiado parlamentar, Doss teria sido executado com um tiro na cabeça, próximo a sua casa, em Salvador. Ativistas de Direitos Humanos da Bahia informam que na véspera de seu assassinato, Doss participou da reunião do Grupo Facilitador do Fórum Social Mundial, defendendo o lema “Vidas Negras Importam”.

“É relevante pensar que Felipe, cuja parte da vida foi dedicada à defesa de que Vidas Negras Importam, passa a integrar, qualquer que tenha sido o motivo de sua morte, o rol dos jovens negros assassinados num país em que a juventude negra é exterminada cotidianamente”, afirma o deputado Paulão nos expedientes enviados às autoridades do governo da Bahia. Jornal da Chapada com informações da Agência Câmara.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.