Escândalo do HGRS no governo Souto é denunciado em programa

hrs

Hospital Geral Roberto Santos | FOTO: Divulgação |

As condições de conservação encontradas em 2007, no Hospital Geral Roberto Santos (HGRS), onde o luxo de duas suítes vip mantidas para ‘escolhidos’ contrastava com o abandono do restante das instalações, foram alvo de denúncia no programa eleitoral da coligação ‘Pra Bahia Mudar Mais’. O escândalo deixado pelo governo Souto havia sido exposto assim que a equipe de Jaques Wagner assumiu o governo, com ampla repercussão.

À época, o então secretário estadual da Saúde, Jorge Solla, e o diretor geral do HGRS, Roberval Gonzalez, apontaram as irregularidades e de imediato transformaram o ‘espaço vip’ em enfermarias para pessoas com deficiência e obesos. No cenário deixado em 2007, de um lado a má conservação do teto, paredes e pisos, infiltrações na cozinha, problemas no sistema de ar condicionado. Do outro, nas instalações reservadas, piso de granito, vidros blindex, ar-condicionado especial, TV 29 polegadas e poltronas reclináveis. Extraído do Política Livre.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.