Jornal da Chapada

Feira: Operação conjunta combate comércio irregular

Material retido será levado aos depósitos da Receita Federal e será aplicada pena de perdimento. |FOTO: Divulgação|

Cerca de 100 agentes públicos da Receita Federal e das Polícias Militar, Civil e Rodoviária Federal estão mobilizados em operação de combate ao comércio de produtos com importação irregular, falsificados e pirateados nesta quinta-feira (13), em Feira de Santana.

Os 24 boxes localizados no Feiraguai foram previamente selecionados e tiveram como critério de escolha a comercialização de relógios. De acordo com a Receita Federal, a decisão foi motivada pelo alto índice de produtos irregulares encontrados em operações recentes realizadas em Salvador e Alagoinhas.

Em apenas duas fiscalizações, cerca de 11 mil relógios foram apreendidos. Há indícios de que alguns comerciantes da região atuem como distribuidores. O material retido será levado aos depósitos da Receita Federal e será aplicada pena de perdimento.

A reprodução ilegal de produtos protegidos por direitos autorais – pirataria – é crime sujeito a pena de reclusão de até 4 anos. Extraído do Correio*.

 

Pular para a barra de ferramentas