Jornal da Chapada

Chapada: Confira as novidades do Ressonar Festival que acontece janeiro em Lençóis

Agora com seis dias de duração, evento amplia a programação e traz atração exclusiva da música eletrônica internacional | FOTO: Reprodução |

Em 2015, a Cratera Lunar, antigo garimpo de Lençóis, na Chapada Diamantina, transforma-se mais uma vez no palco do Ressonar Festival, um dos eventos alternativos mais importantes do estado. Esta edição teve sua programação dobrada e será realizado de 6 a 11 de janeiro, durante a primeira lua cheia do ano. A ideia é proporcionar ao público mais tempo para curtir o evento e os atrativos turísticos locais. Será a primeira vez que o Ressonar trará exclusivamente para a sua line-up uma atração internacional de peso, o italiano Pearce Van der Merwe, Flooting Grooves.

O objetivo é consolidar o público do psytrance, que vem ganhando cada vez mais espaço nas últimas edições. O paulista Swarup também está entre os mais esperados e compõe a lista dos 140 DJs que irão tocar no festival. Mas as pistas do Ressonar não vão vibrar apenas na frequência do trance. A pluralidade é uma de suas marcas. Das quatro pistas, uma estará dedicada a shows de rock, reggae, jazz e música experimental, com apresentações da banda de rock progressivo SAL, de Salvador, e o O PlantaE, de Brasília.

Diversidade
Para a frequentadora de festivais undergrounds, Monique Lobach, do Espírito Santo, “o Ressonar é bem eclético em relação ao som e as performances artísticas dão a ele uma característica cultural. É um festival diferenciado”, ressalta. A organização pretende reforçar esse lado investindo em mais atrações voltadas para linguagens como dança, circo e teatro. E a programação não se resume a apresentações. Os três primeiros dias serão mais dedicados a workshops, os participantes poderão escolher desde praticar yoga até participar de oficinas de fotografia e bioconstrução.

O conceito do festival é proporcionar uma série de experimentações interessantes e prazerosas ligadas, principalmente, à natureza. Por isso, sua localização também é estratégica. “A Chapada Diamantina proporciona uma magia única, abriu para mim muitos portais. Foi o melhor festival que já fui”, afirma Monique.

Novas atrações
Sistema de som: O evento terá duas pistas funcionando com funktion 1, melhor tecnologia de sistema de som do mundo.
Água free: o público terá acesso à água potável gratuitamente durante o festival. Diferencial não visto em outros festivais do país.
Espaço de cura: será inaugurado o Astral Zone, ambiente exclusivo para massagens, atividades terapêuticas e de relaxamento.
Infra: A Vila Gourmet será o novo ambiente de alimentação e contará com dez restaurantes e lanchonetes. O número de banheiros também será ampliado.
Workshop: o Ressonar Music Lab será uma oficina para quem deseja ter noções da técnica utilizada para produzir música eletrônica.

Serviço
Valor: ingresso para todos os dias + camping: R$ 340,00
Clique aqui para mais informações

O texto é de Laís Correard e foi extraído do site Guia da Chapada Diamantina.

Pular para a barra de ferramentas