Jornal da Chapada

Salvador: Jovens protestam e pedem a reabertura da Casa de Castro Alves

Manifestantes querem a reabertura da Casa de Castro Alves | FOTO: Reprodução |

O coletivo dos Jovens Organizados Trabalhando (Jota) promoveu, no último sábado (3), um encontro com artistas, poetas e moradores do bairro Engenho Velho de Brotas, em frente à antiga sede da Secretaria de Educação de Salvador. A intenção do grupo foi dar um abraço simbólico ao casarão onde funciona a Casa de Castro Alves, que pegou fogo há dois anos e ainda se encontra fechada. Durante o encontro os poetas Valdeck Almeida de Jesus (representando o Fala Escritor, Sarau da Onça e União Baiana de Escritores), Robson Correia (Instituto de Defesa de Direitos Humanos da Liberdade), Rafael Pugas e Marcus Jesus, também se juntaram à luta na defesa de propostas para reabertura do local.

Na oportunidade, os manifestantes apresentaram um bolo como ironia devido ao tempo de fechamento da Casa de Castro Alves | FOTO: Reprodução |

Após os recitais e leituras de textos, foi servido um bolo que representou os dois anos que o casarão está desativado por conta do incêndio sofrido em 2013. Na oportunidade, ficou decido que o coletivo vai entregar uma carta ao novo secretário de Cultura do Estado, Jorge Portugal, pedindo providências para restaurar o imóvel. Uma nova reunião com artistas ficou agendada para o próximo dia 10 de janeiro, das 16 às 19h, em frente ao Cine Teatro Solar Boa Vista, também no Engenho Velho de Brotas, em Salvador, para discutir propostas de utilização da Casa do Poeta Castro Alves.

Pular para a barra de ferramentas