Jornal da Chapada

Ipirá: Homem mata sogro a tiros e tenta assassinar namoradas gêmeas

Autor do atentado, de 28 anos, atirou nas duas irmãs e depois se matou | FOTO: Reprodução |

Um homem matou o sogro a tiros e ainda tentou assassinar as duas namoradas, que são gêmeas, na cidade de Ipirá, a cerca de 210 quilômetros de Salvador. De acordo com a Polícia Militar, o crime aconteceu na noite de quinta-feira (8), no povoado de João Velho, zona rural do município. Após cometer o homicídio, Flávio Pereira de Oliveira, de 28 anos, suicidou. Flávio de Oliveira mantinha relacionamentos amoroso com as irmãs Luciene e Luciana Mascarenhas Pereira, ambas de 17 anos, filhas de Aristeu Mendes Pereira, 65. De acordo com a polícia, por volta das 21h, o suspeito invadiu a residência das vítimas e atirou no pai das namoradas, que morreu no local. Depois, ele tentou matar uma das jovens com uma paulada e também teria atirado na outra adolescente. Segundo a polícia, após acreditar que todos estavam mortos, Flávio se matou com um tiro.

Luciana, que não chegou a ser atingida pelo tiro disparado por Flávio, conseguiu fugir do local e chamou a polícia. A irmã dela teve de ser encaminhada ao Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA), em Feira de Santana, onde permanece internada. Não há informações sobre o estado de saúde dela. De acordo com a polícia, o pai das jovens não aceitava o relacionamento das filhas com Flávio, que tem um filho com cada uma das adolescentes. As crianças moram na mesma residência. Conforme a investigação, ainda preliminar, as gêmeas mantinham o relacionamento com o rapaz de forma consentida.

A polícia não tem informações sobre o que teria motivado o crime, mas informou que, segundo testemunhas, Flávio queria se vingar do sogro, que teria contratado alguns homens para bater nele após briga entre os dois, ano passado. O caso é investigado pela Polícia Civil. Os corpos do autor do crime e de Aristeu foram encaminhados para o Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Feira de Santana, onde serão necropsiados, antes de serem liberados para sepultamento. Extraído do Portal G1.

Pular para a barra de ferramentas