Jornal da Chapada

Mundo: Dona de salão é multada por cobrar mais de clientes brancos

A dona do salão é abordada por policial | FOTO: Reprodução/Facebook/Massimo Bitonci |

Autoridades de Pádua (Itália) multaram por racismo uma dona de salão de beleza da cidade. A mulher, identificada como Gloria e imigrante originária de país africano, estava cobrando mais dos clientes brancos, de acordo com o site do jornal “La Repubblica”. Um corte para brancos saía a 10 euros, enquanto para negros custava 6 euros. Mais diferença: Barba para brancos, 5 euros. Para negros, 3 euros.

O caso foi denunciado pelo presidente da Câmara Municipal, Roberto Marcato, e o vereador Fabrizio Boron, após verem uma foto com a tabela de preços publicada na página do Facebook do prefeito local, Massimo Bitonci. “Somos contra o racismo. Pádua sem apartheid”, disse Boron. Gloria se defendeu, em entrevista ao jornalista do “Mattino di Padova”: “Não é racismo. Eu cobro menos (dos negros) porque eles reclamam menos e termino mais rápido o trabalho”. Extraído do Page Not Found.

Pular para a barra de ferramentas