Jornal da Chapada

Chapada: Justiça determina que grevistas mantenham 50% de efetivo na saúde em Souto Soares

Os funcionários da saúde local entraram em greve desde 11 de março por reclamar defasagem de salários | FOTO: Arquivo/Pedro Granadeiro/Global Imagens |

Uma decisão judicial determina o funcionamento de 50% dos serviços de saúde de Souto Soares, na Chapada Diamantina. Caso a determinação, publicada nesta quarta-feira (10), não seja acatada, uma multa de R$ 10 mil diários será aplicada ao Sindicato dos Servidores Públicos Municipais da cidade (Sindserv), que comanda a paralisação.

Os funcionários da saúde local entraram em greve desde 11 de março por reclamar defasagem de salários. A decisão do desembargador José Cícero Landim Neto acata liminar proposta pela prefeitura de Souto Soares. As informações são do Bahia Notícias.

Pular para a barra de ferramentas