Jornal da Chapada

Brasil: Jornalista da Globo é detido com 240 quilos de falsa cocaína durante simulação

O repórter Alex Barbosa, da afiliada da TV Globo no Mato Grosso, a TV Centro América | FOTO: Reprodução |

O jornalista Alex Barbosa, da TV Centro América, afiliada da Globo no Mato Grosso, foi detido na segunda-feira (12) à noite quando simulava o transporte de cocaína da Bolívia para o Brasil, em uma reportagem para o Jornal Nacional. Barbosa, dois funcionários da Centro América e um motorista boliviano foram detidos em flagrante com 240 quilos de pó de gesso. À Polícia Federal, eles disseram que queriam provar a fragilidade do combate às drogas na fronteira do Mato Grosso com a Bolívia.

Barbosa foi detido por policiais do Gefron (Grupo Especial de Fronteira), unidade da Polícia Militar do Mato Grosso que faz combate ao tráfico por meio de policiamento ostensivo. Segundo a PM da cidade de Cáceres (MT), o jornalista e equipe estavam em dois carros, um Gol e uma Parati, ambos da TV Centro América. Uma patrulha do Gefron viu os dois carros trafegando pela BR 070 e os abordou. Os veículos levantaram supeita porque estavam “baixos”, devido ao peso da carga.

O jornalista e seus auxialires foram conduzidos para a delegacia da Polícia Federal em Cáceres. Lá, todos foram ouvidos durante a noite. Em um exame preliminar, a PF constatou que o material que eles transportavam não era entorpecente. A falsa droga estava acondicionada em pacotes semelhantes aos usados por traficantes. Barbosa e equipe foram liberados, mas um inquérito policial foi instaurado, e o material apreendido será analisado por peritos no Setor Técnico-Científico da Polícia Federal em Cuiabá.

Segundo policiais que participaram da operação, Barbosa e o motorista boliviano iam no carro da frente, uma Parati. O boliviano foi contratado porque conheceria bem a região. No veículo de trás, ia um cinegrafista da TV Centro América. O objetivo seria levar a falsa droga até a Secretaria Nacional de Segurança Pública, órgão do Ministério da Justiça, em Brasília.

Suspeita
A produção da reportagem foi informada previamente ao Ministério Público Federal. Em ofício na última sexta, Alex Barbosa, “com o objetivo de preservar os profissionais envolvidos na produção”, informou a procuradores da República em Cuiabá que iria realizar a reportagem, a fim “de testar a fiscalização dos órgãos competentes nas fronteiras de Mato Grosso”. Blogs do Mato Grosso têm levantado a suspeita de que a polícia tenha sido avisada da reportagem. Procuradas, TV Centro América e Globo não se pronunciaram até a publicação deste texto. As informações são do site Notícias da TV.

Pular para a barra de ferramentas