AssessoriaCidadesCuriosidadesEconomiaMenu PrincipalMundoPolíciaPolítica

Chapada: Dentista que atuava em Itaberaba é manchete sobre corrupção no SBT Brasil

foto6
José Humberto de Aguiar Júnior é acusado de contratação irregular e licitação fraudulenta | FOTO: Reprodução/SBT Brasil |

O dentista que atuava em Itaberaba, na Chapada Diamantina, José Humberto de Aguiar Júnior, voltou a ser manchete em matéria de desvios de verbas da saúde da Prefeitura Municipal de São José do Rio Preto, no estado de São Paulo. Dessa vez, a matéria negativa foi veiculada na televisão, em programa exibido recentemente pelo SBT Brasil. Na reportagem, o odontólogo Júnior foi citado por ganhar três licitações fraudulentas que totalizam R$ 77,5 mil para ser consultor das Unidades Básicas de Saúde de São José do Rio Preto.

De acordo com a matéria, o prefeito do município Valdomiro Lopes (PSB) assinou três contratos com Júnior, que na publicação é apelidado de ‘Júnior Baiano’, sendo um no valor de R$ 23,7 mil, e o outro sem valor divulgado, além de ganhar uma licitação armada para lhe favorecer. No texto (veja o vídeo abaixo) há críticas também ao fato de Júnior não ser médico, mas sim um dentista. Para quem não sabe, José Humberto Fernandes de Aguiar Júnior, é natural de Salvador, mas exerceu a profissão em Itaberaba, inclusive foi secretário municipal de Saúde, na administração do falecido ex-prefeito Jadiel Almeida Mascarenhas, no ano 2000.

foto67
O esquema envolvia o prefeito da cidade e o dentista baiano | FOTO: Reprodução/SBT Brasil |

O dentista ainda foi candidato a prefeito do município no ano de 2008, pelo PSB, obtendo pouco mais de 2 mil votos. Depois dessa decepção política, Júnior foi embora de Itaberaba e, vira e mexe, surge como manchete em escândalos de corrupção de municípios do interior de São Paulo e da Baixada Fluminense (Rio de Janeiro).

Ainda segundo a reportagem, o odontólogo Junior já aparece como réu ao lado do prefeito de São José do Rio Preto, Valdomiro Lopes, e do secretário de Saúde, José Victor Maniglia, em ação de improbidade administrativa, movida pelo Ministério Público (MP) em setembro de 2015. A apesar da denúncia do MP, até agora, o processo não foi analisado pela Justiça. Vale ressaltar que o prefeito Valdomiro Lopes é parte em 77 processos no Tribunal de Justiça de São Paulo.

Confira a reportagem completa envolvendo o dentista:

Jornal da Chapada

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios