Jornal da Chapada

Bahia: Atividades da Chesf são paralisadas em Paulo Afonso, Sobradinho, Funil e Salvador

O sindicato da classe, o Sinergia, alertou que qualquer instabilidade no fornecimento de energia é de responsabilidade dos dirigentes da holding | FOTO: Reprodução/Chesf |

Trabalhadores do Sistema Eletrobrás paralisaram suas atividades desde a última segunda-feira (4) sem avanços nas negociações, e devem seguir parados até esta quarta-feira (6). Na Bahia, os trabalhadores da Chesf da usina de Paulo Afonso, Sobradinho e Funil, além dos funcionários da companhia em Salvador, aderiram maciçamente ao movimento.

O sindicato da classe, o Sinergia, alertou que qualquer instabilidade no fornecimento de energia é de responsabilidade dos dirigentes da holding, que seguem sem apresentar uma proposta que contemple os interesses da categoria.

Na última rodada de negociações sobre Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) e Participação nos Lucros e Resultados (PLR), a Eletrobrás havia sinalizado a apresentação de propostas, entretanto, segundo o Sinergia, de forma unilateral, a holding suspendeu as negociações no dia 28 de junho.

Pular para a barra de ferramentas