Jornal da Chapada

Chapada: Ataque mata pai e filha durante festa em Morro do Chapéu; mãe é atingida, mas sobrevive

Algumas testemunhas foram ouvidas informalmente no dia do crime, mas os depoimentos oficiais devem começar nesta terça-feira (24) | FOTO:
Reprodução |

Morro do Chapéu segue com registros de crimes violentos. Dessa vez, a polícia informou dois homicídios envolvendo uma família da cidade da Chapada Diamantina. O crime aconteceu no último sábado (21) e vitimou um homem de 28 anos e a sua filha, um bebê de apenas um ano. Ambos foram mortos a tiros durante a festa de aniversário da criança, conforme informou a Polícia Civil ao site G1, nesta segunda-feira (23). As informações dão conta que a mãe da criança também foi atingida e sobreviveu.

De acordo com dados da polícia, três homens teriam cometido o crime. Eles chegaram armados ao local da festa, uma residência no bairro Caixa D’água, por volta das 22h do sábado. A polícia informou que o alvo do atentado era o pai da criança, José de Jesus Júnior, mas a filha, que estava no colo, acabou sendo atingida pelos disparos. A publicação do G1 diz que a suspeita é de que o crime tenha relação com o envolvimento do pai da criança com o tráfico de drogas. Detalhes da investigação não foram passados pela delegacia para não atrapalhar o andamento da apuração.

Leia também
Chapada: Caçador é preso acusado de matar professor em povoado de Morro do Chapéu

José morreu ainda no local do crime, conforme as informações divulgadas. A criança ainda chegou a ser socorrida com vida e encaminhada para o Hospital e Maternidade São Vicente de Paulo, mas não resistiu e faleceu. Já a ex-mulher de José e mãe do bebê, ficou ferida após ser atingida por estilhaços dos disparos. Ela foi encaminhada para a mesma unidade de saúde da filha, foi medicada e teve alta no mesmo dia.

A polícia também informou que não teve registro de outras pessoas feridas neste ataque de sábado. A Polícia Civil da cidade chapadeira diz que após o crime os suspeitos fugiram do local a pé e estão já estão sendo procurados. Algumas testemunhas foram ouvidas informalmente no dia do crime, mas os depoimentos oficiais devem começar nesta terça-feira (24). Jornal da Chapada com informações do G1.

Pular para a barra de ferramentas