Jornal da Chapada

Projeto que inscreve líder camponês como ‘Herói da Pátria’ é aprovado em comissão do Senado

João Pedro foi assassinado por jagunços em 1962, por conta da sua militância pela reforma agrária | FOTO: Reprodução |

O projeto de lei complementar (PLC 134/2015), do deputado federal Valmir Assunção (PT-BA), que inscreve o nome do líder camponês João Pedro Teixeira entre os Heróis da Pátria, foi aprovado pela Comissão de Educação, Cultura e Esporte do Senado na última terça-feira (7). A aprovação da proposta, de acordo com Assunção, vem em um momento importante do Brasil, “onde direitos de trabalhadores e recursos para políticas sociais e agrárias estão sendo vilipendiados pelo governo de Michel Temer [PMDB]”. O petista diz que reconhecer João Pedro Teixeira como Herói da Pátria é também uma forma de homenagear todos os agricultores familiares e trabalhadores rurais que lutam por terra no Brasil e vivem hoje resistentes ao latifúndio.

“É de fundamental importância a aprovação dessa medida no Congresso Nacional. Um projeto que reconhece a força e a luta de João Pedro na criação das Ligas Camponesas na Paraíba, o que colocou o Nordeste em evidência em um período de instabilidade econômica e social que o país passava com o iminente golpe que instalou uma ditadura no país. Bem parecido com o que vivemos atualmente. As ligas foram decisivas na resistência ao regime militar e hoje os trabalhadores rurais seguem com essa mesma importância”, declara Valmir. Ainda conforme o parlamentar, João Pedro foi assassinado por jagunços em 1962, por conta da sua militância pela reforma agrária.

Pular para a barra de ferramentas