CidadesCuriosidadesEconomiaMenu Principal
Trending

Chapada: Produtores rurais de Itaberaba participam de seminário com maior especialista em palma forrageira do Brasil

Paulo Suassuna vai levar conhecimento sobre a importância da palma nas regiões semiáridas e sobre como aliar o uso da tecnologia no cultivo da forrageira

Os produtores rurais de Itaberaba, município da Chapada Diamantina, participam, nesta quarta-feira (18), do seminário ‘Tecnologia do Cultivo Intensivo da Palma’, com o maior especialista em palma forrageira no Brasil: o engenheiro agrônomo Paulo Suassuna. Ele vai levar conhecimento sobre a importância da palma nas regiões semiáridas e sobre como aliar o uso da tecnologia no cultivo da forrageira, para produtores rurais de Itaberaba. Atualmente, a palma forrageira faz parte da base alimentar dos rebanhos de zonas áridas e semiáridas.

As inscrições são gratuitas e estão sendo feitas pela internet, através do endereço eletrônico http://bit.ly/SeminarioDaPalmaItaberaba, ou pessoalmente na sede da Secretaria Municipal de Agricultura, Meio Ambiente, Indústria e Comércio (Seagri), na Feira Nova, e na Sala do Empreendedor, localizada na sede da Secretaria Municipal da Fazenda (Sefaz), na Avenida Andaraí, 58. Suassuna, que estuda o cultivo da palma há mais de 25 anos, já está em Itaberaba e visitou o Centro Territorial de Educação Profissional (Cetep) Piemonte do Paraguaçu 1 (antigo Colégio Estadual), onde o Seminário vai ser realizado, no início da tarde da última segunda-feira (16).

Segundo ele, o seminário vai ser ministrado em dois momentos distintos, com um momento de preparação teórica e outro de ação prática em campo. “No primeiro momento, nós vamos buscar refletir, junto com os produtores rurais, sobre as razões que fazem com que eles ainda cultivem a palma de um determinado tipo, utilizando o sistema tradicional. A partir do momento que ele compreender isso, ele vai perceber a necessidade de mudar o seu sistema de produção, podendo ampliar a produção de 10 a 12 vezes mais”, explicou Suassuna.

“No segundo momento, vamos fazer a aplicabilidade prática do que foi discutido no primeiro momento, de forma a fixar melhor o aprendizado adquirido. Acredito que será um momento de grande valia para os produtores rurais de Itaberaba que vão descobrir que, com a tecnologia adequada, é possível ampliar a produção, utilizando o mesmo ambiente, o mesmo solo e a mesma planta”, completou o engenheiro agrônomo.

Sobre o seminário e conteúdo
Conteúdo programático do seminário inclui a abordagem de diversos temas, como o histórico da palma no Brasil, a escolha da área ideal para o plantio e a definição da espécie a ser cultivada. Também inclui a correção e preparo do solo, plano de fertilização, sistemas de plantio, manejo de pragas e doenças da palma, além do manejo de limpas dos palmais, colheita e comercialização da palma e o arroçamento animal com a palma. Jornal da Chapada com informações de assessoria.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios
Pular para a barra de ferramentas