Jornal da Chapada

Viradouro é campeã do carnaval do Rio de Janeiro com homenagem ao grupo Ganhadeiras de Itapuã

A escola de samba carioca levou o título nas duas últimas categorias da apuração e alcançou a nota 269,6.

A Viradouro é a campeã do carnaval do Rio de Janeiro em 2020. A escola dos carnavalescos Tarcisio Zanon e Marcus Ferreira levou para a avenida o tema ‘Viradouro de Alma Lavada’, homenageando o Ganhadeiras de Itapuã, grupo nascido em 2004 e que tem como objetivo homenagear mulheres que nos séculos 19 e 20 lavavam roupa para garantir o sustento da família ou saíam com seus balaios a pé para vender peixe pela cidade. As ganhadeiras recontam essas histórias em forma de cantigas e samba em Salvador.

Veja o desfile completo

As Ganhadeiras de Itapuã são a quinta geração de mulheres que lavavam roupa na Lagoa do Abaeté e faziam outros serviços em Salvador em busca da compra de sua alforria. O desfile mostrou as atividades que as Ganhadeiras exerciam: lavar roupa, carregar e vender água, cozinhar e vender alimentos, costurar, vender bugigangas etc. Essas mulheres foram exaltadas no desfile como as “primeiras feministas do Brasil”, pela força que tiveram para ir atrás da liberdade e pela importância para a cultura da Bahia.

Depois de 23 anos, a escola Viradouro conquista o seu segundo título, em uma disputa acirrada com as escolas Grande Rio e Beija-Flor. Na apuração final, a Viradouro alcançou nota de 269,6, a mesma da segunda colocada, Grande Rio; em terceiro, a Mocidade Independente de Padre Miguel ficou com 269,4. Estácio de Sá e União da Ilha foram rebaixadas e desfilam o carnaval 2021 em grupo de acesso. Com informações do site da Revista Carta Capital e do Metro 1.

Confira do samba-enredo da Viradouro