Jornal da Chapada

#Itaberaba: “Distante fisicamente, mas unidos por um propósito”, diz prefeito ao celebrar os 143 anos da cidade durante quarentena

Em vídeo, Ricardo Mascarenhas narrou alguns feitos de sua administração, falou do momento delicado pelo qual passa todos e com otimismo felicitou o povo itaberabense pelos 143 anos.

O aniversário de 143 anos de Itaberaba, município portal de entrada da Chapada Diamantina, foi celebrado diferente este ano. Devido à pandemia de coronavírus, os festejos foram cancelados, mas o prefeito Ricardo Mascarenhas (PP) não deixou a data magna passar em branco. Em rede social, o jovem gestor chapadeiro voltou a destacar a importância da quarentena contra a Covid-19 e parabenizou todos os profissionais de saúde por estarem vigilantes para que o vírus não entre na cidade.

Devido a todo esse transtorno ocasionados no planeta, a prefeitura passou a trabalhar em regime de emergência adotando medidas preventivas para impedir a proliferação do vírus no município. Porém, o aniversário de emancipação política e econômica teve seu devido lugar na programação da gestão ‘Cidade de Todos’ nesta quinta-feira – 26 de março – com ato cívico de hasteamento das bandeiras no pátio do Paço Municipal e mensagem do prefeito por meio de um vídeo.

Em vídeo, o gestor narrou alguns feitos de sua administração, falou do momento delicado pelo qual passa todos e com otimismo felicitou o povo itaberabense pelos 143 anos do município. “Nosso aniversário este ano será diferente, vamos passar em casa, distante fisicamente, mas unidos por um só propósito. Estamos lutando contra um inimigo invisível, mas com um poder devastador, que tem espalhado morte e caos em todo mundo”, diz Ricardo em vídeo.

Fotos de Itaberaba do fotógrafo Iranildo Lima
A prefeitura continua com ações para conter o vírus letal | FOTO: Arquivo/Iranildo Lima | O caso de Covid 19 foi identificado no dia 20 de abril | FOTO: Arquivo/Iranildo Lima |Direito de resposta | FOTO: Reprodução/Iranildo Lima | A obra é publicada pela Egba teve sua primeira edição datada de 1976 | FOTO: Iranildo Lima |O estabelecimento terá que cumprir exigências fundamentais contra a pandemia | FOTO: Arquivo/Iranildo Lima |Itaberaba já tem um caso confirmado de infecção por coronavírus | FOTO: Arquivo/Iranildo Lima |A garça-real tem na cabeça uma espécie de capuz preto, contrastando com a face e o bico azuis | FOTO: Iranildo Lima |

Breve Histórico
O município de Itaberaba fica às margens da BR-242 (Salvador-Brasília) e é considerado o portal de entrada para a Chapada Diamantina. Em 26 de março de 1877, o município elevou-se à categoria de vila do Orobó com a primeira Câmara instalada em 30 de junho de 1877, tornando-se político-administrativa, assumindo a função executiva e legislativa.

Em 25 de junho de 1897, 20 anos depois de emancipada politicamente foi elevada pela lei estadual nº. 176 à categoria de cidade, recebendo o nome de Itaberaba, que em tupi-guarani significa ‘pedra que brilha’.

Itaberaba limita-se com Boa Vista de Tupim, Ruy Barbosa, Iaçu e Ipirá, tem hoje uma população de 61.631 mil habitantes segundo informações do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE) e a base de sua economia é o comércio forte, com indústrias de calçados, móveis, alimentos e outras, além da agricultura e da pecuária.

Jornal da Chapada

Veja pronunciamento do prefeito Ricardo Mascarenhas