Jornal da Chapada

#Chapada: Ex-prefeito de Itaguaçu da Bahia terá de devolver mais de R$100 mil por atraso no repasse ao INSS

Os conselheiros do TCM identificaram que o ex-gestor realizou pagamento indevido de multas e juros em razão de atraso no recolhimento de parcelas relativas a obrigações previdenciárias, nos exercícios de 2017 e 2018.

O ex-prefeito do município de Itaguaçu da Bahia, na Chapada Velha, Ivan Tiburtino de Oliveira (PSD), teve representação encaminhada ao Ministério Público da Bahia (MP-BA) pelo Tribunal de Contas dos Municípios. A decisão foi proferida na sessão desta terça-feira (11), realizada por meio eletrônico. Os conselheiros do TCM identificaram que o ex-gestor realizou pagamento indevido de multas e juros em razão de atraso no recolhimento de parcelas relativas a obrigações previdenciárias, nos exercícios de 2017 e 2018.

Por conta disso, Ivan terá que devolver aos cofres municipais a quantia de R$100.112,42, com recursos pessoais, que foram pagos em juros e multas. E pagar uma multa estipulada em R$1,5 mil. Para o conselheiro José Alfredo Dias, relator do processo, o pagamento de multa e juros só ocorre devido à omissão dos gestores, que não cumprem adequadamente a obrigação legal de repassar/recolher as contribuições previdenciárias no prazo e montante exigidos na legislação.

O Ministério Público de Contas também se manifestou pela procedência do termo de ocorrência, com aplicação de multa ao gestor e imputação de ressarcimento do valor pago a título de juros de mora e multa, com recursos próprios. Ainda cabe recurso da decisão. Jornal da Chapada com texto base do TCM.

Pular para a barra de ferramentas