Jornal da Chapada

#Chapada: Propício para ‘Dia dos Namorados’, destino chapadeiro possui atrações para todos tipos de casais

Conheça atrativos da região chapadeira para realizar uma comemoração romântica a região.

Existem pessoas que nunca conheceram a Chapada Diamantina, outras que apenas visitaram quando estavam solteiros(as) ou com amigos e familiares, contudo, o que é um consenso para todos que conhecem a localidade, ainda que por fotos, é de que a região chapadeira é um local propício para ser curtido em casal.

Com trilhas, belezas naturais, paisagens, gastronomia peculiar e locais atrativos, a Chapada Diamantina consegue atrair todo tipo de casal, desde o mais aventureiro, até aquele que só está buscando um ambiente para relaxar e aproveitar.

Rodrigo e Maiana conhecem a região e pretendem visitar Mucugê nesse inverno | FOTO: Divulgação/AcervoPessoal |

Detalhes da região
São tantos locais e opções destinadas para cada gosto na região chapadeira, que a enfermeira e empresária Maiana Oliveira, 31 anos, conta que pretende conhecer cada detalhe do local com o seu companheiro, no qual possui um relacionamento há seis anos.

O namorado da enfermeira, o também enfermeiro Rodrigo Fernandes, logo aos cinco anos e meio de namoro apresentou o local para ela. “Tinha certeza que eu me apaixonaria”, ressalta.

“Cada cantinho da Chapada tem algo especial, a natureza encanta e acalma nossa alma. A gente renova as energias, se apaixona por cada vista, cada ponto turístico, pelo clima”, diz ela ao comentar que o casal pretende visitar a cidade de Mucugê neste inverno.

Como opções para quem deseja conhecer um pouco da imensa Chapada, Maiana salienta como positiva a experiência de subir o Pai Inácio, além de enfatizar o Vale do Capão e o município de Lençóis. “É inexplicável…cada banho de cachoeira, a simplicidade do Capão, a noite em Lençóis”, comenta.

Tiago Sales e Natália Simas frequentaram vários locais ds região chapadeira | FOTO: Divulgação/Acervo Pessoal |

Clima romântico
Para o administrador Tiago Sales, 34 anos, a Chapada Diamantina contempla paisagens incríveis e um bom clima romântico. Ele se casou há cinco meses com a secretária Natália Simas, 22 anos.

Ambos já frequentaram vários locais da região chapadeira, contudo, em anos diferentes e sem a companhia do outro na época. Para o casal, a melhor atração da Chapada é a Fazenda da Pratinha, em Iraquara.

“Rodeada de águas cristalinas e de temperatura agradável, contribui para uma paisagem estonteante, sem falar na experiência de fazer flutuação em uma gruta”, diz.

Agora a meta dos pombinhos é viajar para a região no ano de 2022. “Nosso próximo local será o vilarejo do Vale do Capão, gastronomia simples e muito saborosa, ecoturismo vasto e clima frio”, ressalta.

Leandro Oliveira e Lorena Maia aguardo o fim da pandemia para conhecerem o parque nacional | FOTO: Divulgação/Acervo Pessoal |

Conexão com a natureza
Já Leandro Oliveira, administrador de 38 anos e noivo da comissária de bordo, Lorena Maia, 35 anos, comenta que nunca conseguiu desfrutar da Chapada, embora já tenha passado por algumas cidades, mas apenas por motivos de trabalho.

Eles pretendiam conhecer a região no mês de julho deste ano, principalmente o Capão, mas a pandemia mudou os planos do casal. “A previsão de conhecer seria agora no mês de julho, pois tínhamos planejado casar e um dos locais que está no roteiro é o Parque Nacional da Chapada Diamantina, mas como a pandemia ainda perdura, decidimos adiar mais um pouco até que estejamos mais seguros”.

O casal é ligado à natureza e explica que “não tem lugar mais adequado para essa conexão e busca de paz interior para um casal do que a Chapada”.

Um pedido de casamento pode acontecer a qualquer momento | FOTO: Ilustração/Arquivo |

Pedido de casamento?
A professora de história, Rafaella Rios, que já passou por alguns cantinhos da região com o seu namorado em 2018, pretende retornar, na companhia, ao Vale do Pati. “Não tenho dúvidas de que será uma experiência sensacional. Quem sabe eu não o peço em casamento no caminho, né?”, diz, aos risos.

“Quando decidimos ir pra lá, eu estava começando a me apaixonar. Com certeza essa viagem fez esse sentimento crescer ainda mais. Visitamos lugares incríveis que fizeram com que a nossa sintonia ficasse ainda maior”.

Ela indica como um programa a dois, a cidade de Mucugê. “Perfeita demais e não deixem de visitar o cemitério Bizantino”, pede.
“Fiquei encantada com cada detalhe de cada local”, avalia, ao pontuar alguns locais para visitação: Riachinho no Capão, Poço Azul, Pedra da Arara e outros.

Além das indicações e desejos de visitas dos casais, outras opções de locais foram listadas pelo Jornal da Chapada (JC) para as comemorações do ‘Dia dos Namorados’ na região, celebrado neste sábado (12). Confira:

O Poço Azul fica em fazenda particular da região e é o maior sítio paleontológico submerso do Brasil | FOTO: Montagem do JC |

Recarregar energias
O Poço Azul, situado no município de Nova Redenção é, sem dúvidas, um dos atrativos mais desejados da região. No local, que atrai os amantes de lugares paradisíacos e das belezas naturais, qualquer visitante pode entrar no poço e flutuar em alguns trechos, utilizando os equipamentos de segurança.

O poço é formado por duas cavernas e por um lago de águas tão cristalinas que é possível ver as formações rochosas no fundo. O casal que precisa recarregar as energias precisa conhecê-lo.

A Cachoeira do Mosquito fica no município de Lençóis | FOTO: Jornal da Chapada |

Natureza, aventura e tranquilidade
Localizada no distrito de Tanquinho, em Lençóis, a Cachoeira do Mosquito, tem um volume de água intenso e encantador, além disso, a sua queda d’água proporciona a formação de um cânion. Para chegar ao destino, metade do percurso é feito em asfalto e a outra metade em estrada de chão, além de contar com uma pequena trilha de um quilômetro e meio.

Embora o nome dê a entender que existem muitos mosquitos no local, o casal, na verdade, vai contemplar de uma natureza belíssima, sem nenhum motivo que o atrapalhe. O nome ‘mosquito’ se deve ao fato dos garimpeiros chamarem o pequeno diamante por esse nome. No início da trilha já é possível avistar a cachoeira pela parte de cima e “apenas” essa imagem já traz uma imensa motivação para aproveitar, posteriormente, o banho nas águas transparentes.

Os namorados que possuem habilidade em natação podem, inclusive, desfrutar de um agradabilíssimo banho, podendo também mergulhar nas suas pequenas piscinas. Ainda da Cachoeira, é possível sair em direção ao Poço do Diabo, no qual é preciso realizar uma caminhada de aproximadamente 15 minutos, com acesso tranquilo, após passar pela descida íngreme no início. O casal pode contemplar a vegetação, clima e fauna apresentados no local.

O Poço do Diabo tem espaço para a prática de rappel e é um dos pontos de banho do Mucugezinho | FOTO: Jornal da Chapada |

Sendo formado pelo Rio Mucugezinho, o poço possui seis metros de profundidade com águas de cor avermelhada e temperatura fria. O local também é bastante conhecido pelos praticantes de rapel e tirolesa, o que torna o passeio propício para casais mais aventureiros e que querem sair da rotina. Em contrapartida, o casal que opta por tranquilidade, também pode aproveitar o banho e a contemplação do lugar.

Registros
Outro local perfeito para uma visita em casal é o complexo turístico ‘Fazenda Pratinha’, localizado em Iraquara. Bastante conhecido como ‘Oásis do Sertão’, a água cristalina, as piscinas naturais e consequentemente as atividades aquáticas, são de tirar o fôlego. Este atrativo turístico só pode ser acessado mediante a taxa de pagamento.

A Fazenda oferta também atividades como a tirolesa, flutuação na caverna, fotos subaquáticas e aéreas, pedalinho, massagem ao ar livre, visita a Gruta Azul e passeio de caiaque. O casal que ama fotografias e registrar os momentos, com toda certeza, colocaria esse local na lista de viagens e para além dos registros, congelaria essa imagem na memória.

A fazenda oferta atividades como tirolesa, flutuação na caverna e fotos subaquáticas e aéreas | FOTO: Instagram da Fazenda Pratinha |

Experiência convidativa
Com uma beleza única, o Poço Encantado, localizado nos limites do município de Itaetê, também se destaca. Ao descer uma longa escadaria é possível chegar na entrada da caverna, quando a partir disso, o acesso torna-se íngreme e escuro. No entanto, a ajuda dos guias e das lanternas faz com que a visita à gruta seja uma experiência tranquila e atraente.

O poço tem 65 metros de profundidade, com águas ricas em calcário e 110 metros de comprimento. Nesse poço não é permitido banhar-se por conta de sua preservação, pois a sua cor azulada, intensa e transparente é devido à pureza de sua água, mas isso não prejudica a visita e a experiência do casal.

O poço é um dos locais mais visitados na região chapadeira | FOTO: Arquivo/Wikipédia |

Apetitoso
Por último, mas jamais menos importante, oferecemos como opção para os casais que amam saborear de um bom alimento, o Restaurante Garimpo Gourmet, que oferece uma moqueca “divina”, como é classificada por quem já experimentou. “Moqueca de camarão é divina, me transportou para a beira da praia”, diz uma internauta sobre o local. A comida consegue ficar ainda mais apetitosa após as trilhas.

Jornal da Chapada

Pular para a barra de ferramentas