Jornal da Chapada

#Bahia: Leandro de Jesus vai ao MP-BA denunciar irregularidades em contrato da ponte Salvador-Itaparica

Durante a ação, Leandro de Jesus foi abordado por um policial que estava no local, sendo impedido de continuar gravando imagens no prédio | FOTO: Divulgação |

O advogado e presidente do Instituto Bahia Conservadora (IBC), Leandro de Jesus, foi ao Ministério Público da Bahia (MP-BA), nesta terça-feira (9), para protocolar denúncia de irregularidades no contrato parceria público-privado (PPP) entre o Governo do Estado e o consórcio chinês que está responsável pela construção da ponte Salvador-Itaparica.

Leandro enfatizou que o contrato tem uma série de irregularidades, entre sobrepreço, indícios de corrupção e com parecer desfavorável do Tribunal de Contas do Estado (TCE-BA).

“O PT da Bahia está entregando o estado aos chineses, isso é muito grave! Dentro da questão que envolve o consórcio para a construção da ponte Salvador-Ilha de Itaparica o Governo do Estado irá pagar R$100.000.000 (cem milhões de reais) todo mês ao consórcio chinês. Isso significa 1.2 bilhão de reais por ano”, revelou o advogado.
Ele ainda lembrou que o TCE já havia encontrado irregularidades no contrato com o consórcio. “Tivemos aqui os auditores do TCE que, inclusive, emitiram um parecer desfavorável a este contrato de parceria público-privada. Ou seja, um parecer de técnicos que se colocaram contrários a essa contratação, indicando sobrepreço, superfaturamento, além de outras irregularidades nessa contratação”, disse.

O advogado inda afirmou que continuará atento ao caso, fiscalizando ações e supostas irregularidades do Governo do Estado. “O combate à corrupção tem que ser dessa forma, nós não podemos nos esconder. Eu, Leandro de Jesus, não tenho mandato, estou apenas cumprindo meu dever como cidadão”, completou.

Durante a ação, Leandro de Jesus foi abordado por um policial que estava no local, sendo impedido de continuar gravando imagens no prédio. Com informações são de assessoria.

Pular para a barra de ferramentas