Jornal da Chapada

#Vídeo: Deputado bolsonarista abre fogo em sessão remota da Assembleia do MS e afirma ser “tiro de advertência no comunismo”

José Henrique Natan e Jair Bolsonaro | FOTO: Reprodução/Instagram |

Com 34 anos, eleito o deputado mais jovem do Mato Grosso do Sul, o bolsonarista João Henrique Catan (PL) protagonizou uma cena patética ao disparar uma saraivada de tiros durante sessão remota da Assembleia Legislativa durante a votação do projeto de lei que reconhece o risco da atividade de atirador desportivo no estado de Mato Grosso do Sul.

“A aprovação desse projeto visa a armar o cidadão de bem. O armamento acaba com as invasões ilegais, diminui a criminalidade, prevalecendo o nosso direito de liberdade. Lembrando: povo armado jamais será escravizado. Esse projeto é um tiro, é um tiro de advertência no comunismo e na mão leve que assaltou esse país. Por isso, senhor presidente, uma salva de tiro, uma salva de sim”, afirmou o deputado abrindo fogo contra um alvo no lugar onde estava.

Assista:

A atitude foi repudiada pelo deputado Paulo Corrêa (PSDB), que presidia a sessão. “Não pode fazer isso. Não pode. Houve um exagero”, afirmou na sessão que aconteceu nesta terça-feira (17).

Apesar de diversos protestos, nenhum parlamentar representou no Conselho de Ética contra Catan até o início da tarde desta quarta-feira (18). Com informações da Revista Fórum.

Pular para a barra de ferramentas