Jornal da Chapada

#Salvador: Jovem presa junto com médico, suspeito de estuprar adolescente de 13 anos, fingiu ser irmã da vítima ao ser detida

Delegacia de Repressão a Crimes Contra a Criança e o Adolescente (Dercca), em Salvador, investigará o caso | FOTO: Itana Alencar/g1BA |

A jovem de 18 anos presa em flagrante junto com um médico suspeito de estuprar uma adolescente de 13 anos em Salvador fingiu ser irmã da vítima. A prisão aconteceu na noite de quarta-feira (18). Ela é suspeita do crime de favorecimento de exploração sexual da criança e adolescente. De acordo com Thiago Almeida, a jovem teria recebido dinheiro para levar a adolescente até o médico.

“Primeiro, ela alegou que [a vítima] seria a irmã dela mais nova, mas depois foi verificado que elas não são irmãs, não têm relações familiar. São apenas moradoras do mesmo bairro, e ela teria ido ali para encontrar com o suspeito. A maior de 18 anos informou que iria encontrar com ele, e teria levado a menor com ela, receberia dele um valor e a menor presenciaria a relação sexual, acompanharia”.

“O celular dele foi apreendido, foi representado inicialmente a representação pela extração de dados, assim como foi expedida a via para análise de material genético do veículo, para gente ver se tem material genético da menor, o que comprovaria uma eventual relação sexual ali dentro”. A mulher e o médico vão passar por audiência de custódia, para saber se vão responder pelo crime em liberdade ou se seguirão detidos. A adolescente será ouvida pelo Ministério Público da Bahia (MP-BA).

Crime
Policiais estavam nas ruas em uma operação de combate a roubo de carros, na noite de quarta-feira. Quando as equipes chegaram no Horto Florestal, perceberam um movimento suspeito dentro de um carro, estacionado em frente a uma clínica. Os policiais fizeram a abordagem e encontraram o médico e a vítima sem roupa. A jovem de 18 anos, que supostamente era amiga dessa adolescente, também estava no veículo. A polícia detalhou que ela foi a responsável por levar a adolescente para o encontro com o homem.

De acordo com a polícia, o médico identificado como Everton de Jesus Rodrigues já foi interrogado e segue detido na Delegacia de Repressão a Furto e Roubo de Veículos (DRFRV), onde o caso foi registrado. A mulher também foi ouvida e levada para a Delegacia de Repressão aos Crimes Contra a Criança e o Adolescente (Dercca).

A polícia não deu detalhes sobre os depoimentos dos dois. O médico deverá responder por estupro de vulnerável e a mulher por corrupção de menor. Não há detalhes sobre o estado da adolescente, que também foi levada ao Dercca para passar por acolhimento psicossocial. O g1 ainda não conseguiu contato com a defesa dos dois presos. O médico atende em Salvador e também em Alagoinhas, que fica a cerca de 120 km da capital. Com informações de assessoria.

Pular para a barra de ferramentas