Jornal da Chapada

#Vídeo: Homem negro com transtorno mental morre após abordagem de policiais rodoviários federais em Sergipe

Exoneração acontece seis dias após a abordagem de policiais rodoviários que matou Genivaldo de Jesus Santos | FOTO: Aplicativo/TV Sergipe |

Um homem negro que tinha transtornos mentais, identificado como Genivaldo de Jesus Santos, de 38 anos, morreu na tarde de quarta-feira (25) após reagir a uma abordagem de policiais rodoviários federais, no município de Umbaúba, no Sul de Sergipe.

Na ocasião, os policiais fizeram o uso de spray de pimenta e o colocaram dentro do porta-malas da viatura. Vídeos gravados por testemunhas ainda exibem a vítima sendo algemada no chão, se contorcendo e ainda sendo prensada no porta-malas da viatura, enquanto sai uma fumaça similar a munição química. Um procedimento disciplinar para averiguar a conduta dos policiais envolvidos foi aberto pela Polícia Rodoviária Federal (PRF).

De acordo com o sobrinho da vítima, Wallyson de Jesus, o tio foi abordado por agentes da (PRF), enquanto pilotava uma motocicleta. Wallyson contou ao G1 que informou aos agentes que o tio era portador de transtorno mental.

“Eles pediram para que ele levantasse as mãos e encontraram no bolso dele cartelas de medicamentos. Meu tio ficou nervoso e perguntou o que tinha feito. Eu pedi que ele se acalmasse e que me ouvisse”, contou.

“Eles jogaram um tipo de gás dentro da mala, foram para delegacia, mas meu tio estava desacordado. Diante disso, os policiais levaram ele para o hospital, mas já era tarde”. A família registrou um Boletim de Ocorrência e a Polícia Civil confirmou o registro do caso e a coleta de alguns depoimentos, que já foram prestados por familiares e testemunhas na delegacia da cidade. O caso vai ser remetido e investigado pela Polícia Federal.

Por meio de nota, a Polícia Rodoviária Federal informou que o homem resistiu ativamente a abordagem e que em razão da agressividade, foram empregadas técnicas de imobilização e instrumentos de menor potencial ofensivo para sua contenção. A PRF lamentou o ocorrido e informou que foi aberto um procedimento disciplinar para averiguar a conduta dos policiais envolvidos. Jornal da Chapada com informações de G1 e Ponte.

Veja abaixo:

Pular para a barra de ferramentas