Governo baiano permanece com nome sujo por conta de rombo no setor previdenciário

JC
Postado em jan 7 2014 - 11:45am por Jornal da Chapada
wagner

O rombo no setor é um dos motivos porque o governo faz tudo para tentar aprovar a antecipação de receitas dos royalties do petróleo | FOTO: Arquivo/Jornal da Chapada |

O deputado federal Colbert Martins Filho (PMDB) chama a atenção para o fato de o governo baiano permanecer, desde o último dia 20 de dezembro, inscrito no CAUC, uma espécie de “SPC” para entes federados, em decorrência de irregularidades com relação às contribuições previdenciárias. O rombo no setor é um dos motivos porque o governo baiano faz tudo para tentar aprovar, na Assembleia Legislativa, a antecipação de receitas dos royalties do petróleo a que o Estado teria direito até o ano de 2018.

“O Estado da Bahia está no SPC por má aplicação de recuros, inclusive, com relação aos aposentados. É uma situação constrangedora. Qualquer um que tivesse seu nome no SPC estaria com sérias restrições de crédito. Do jeito que vai, tem que esperar o milagre do Bonfim, para a semana, para ver se resolve”, afirmou o parlamentar, referindo-se à tradicional Lavagem do Bonfim e acrescentando que o governo Jaques Wagner (PT) mergulhou o Estado numa crise da qual será dificílimo sair.

imagem

Na imagem acima, uma cópia do documento comprovando que o Estado baiano permanece inscrito no CAUC. As informações foram publicadas pelo site Política Livre.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

1 Comentário Sinta-se livre para participar desta conversa.

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.