Barreiras: MST apresenta proposta para plano de governo no centro do agronegócio

Postado em mar 30 2014 - 1:41pm por Jornal da Chapada
barreiras

A plenária em Barreiras contou com a participação da chapa majoritária completa | FOTO: Divulgação/PGP |

Na região do agronegócio, o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) levou a pauta da reforma agrária para a plenária do Plano de Governo Participativo (PGP 2014) do pré-candidato Rui Costa (PT), realizada neste sábado (29), no Bartira Fest, em Barreiras. Os militantes sem-terra comemoraram a chuva, que ocorreu pela manhã, e dialogaram com a caravana do PT ações de assistência técnica, extensão rural, crédito para assentamentos e mais políticas de inclusão e geração de renda para os agricultores familiares dos territórios de identidade Bacia do Jacuípe, Velho Chico e Bacia do Rio Corrente. A plenária contou a chapa majoritária completa, que tem, além de Rui Costa, o deputado federal João Leão (PP), na vice, e o secretário estadual de Infraestrutura, Otto Alencar (PSD), na vaga para o Senado.

barreiras3

Sociedade civil organizada participa da plenária no oeste da Bahia | FOTO: Divulgação |

Durante o evento, o líder do MST na Bahia e representante do movimento na Câmara Federal, deputado Valmir Assunção (PT-BA), destacou a importância da produção de alimentos orgânicos no campo e sugeriu a ampliação das ações transversais em assentamentos e acampamentos no estado. E também falou da medida provisória de número 636/2014, “que prevê a remissão das dívidas dos pequenos agricultores que contrataram o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) entre os anos de 2003 e 2004”. De acordo com Valmir, ao lado dos presidentes do PT em Barreiras e na Bahia, Siquara Santos e Everaldo Anunciação, é preciso que esse benefício conferido pelo governo federal seja estendido às cooperativas e que essa questão seja colocada em pauta no governo baiano.

“Aguardamos que a emenda seja aprovada pelo relator no Senado, mas precisamos agir politicamente para destravar essa pauta no Congresso. A seca dificultou a produção no país e 103 cooperativas estão com dificuldades de quitar o PAA. Na região nordeste são mais de 41 cooperativas que precisam deste benefício”, completa o parlamentar, que esteve na sexta-feira (28), em reunião com vereadores, prefeitos, vice-prefeitos, e lideranças de três territórios. Participaram também do PGP o membro da direção nacional do MST, Marcio Mattos, o articulador do semiárido, Jacó, o deputado estadual Joseildo Ramos e o ex-presidente do PT, Jonas Paulo.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.