CPI da Telefonia: Representantes da Claro são sabatinados por deputados na Assembleia

Postado em abr 3 2014 - 6:08pm por Jornal da Chapada
fátima

A intenção da chamada CPI da Telefonia é investigar a qualidade dos serviços prestados pelas operadoras de telefonia móvel | FOTO: Divulgação |

Mais uma sessão da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), que vai investigar os serviços prestados pelas operadoras de telefonia móvel, aconteceu na última quarta-feira (2), na Assembleia Legislativa da Bahia (Alba). A intenção da chamada CPI da Telefonia é investigar a qualidade desses serviços prestados, no caso específico, da empresa Claro – sabatinada por parlamentares durante a audiência. O relator da CPI, deputado Joseildo Ramos (PT), expressou sua indignação com os serviços prestados pela operadora. “Um verdadeiro absurdo a qualidade desses serviços”, pontuou. Participou também as deputadas Fátima Nunes (PT), Ivana Bastos (PSB) e o deputado Paulo Azi (DEM), presidente do colegiado.

A deputada Fátima Nunes indagou a operadora pelo número das cidades escolhidas para expansão da internet móvel. No total são 19 municípios, entre eles: Candeias, Terra Nova, Lauro de Freitas, Irará e Cruz das Almas. Segundo a parlamentar, o número ainda é muito baixo e não contempla a real necessidade. “Viajo por todo interior do estado e posso garantir que moradores da zona rural tem o mesmo direito que os das regiões metropolitanas, pois pagam o serviços de maneira igualitária, portanto, merecem respeito”, pontuou. “É inadmissível que nos dias de hoje não se tenha uma loja própria para atendimento”, finalizou.

Os representantes da Claro informaram que a zona rural será contemplada com o sinal e acesso aos serviços de internet o mais rápido possível, pois, segundo a operadora, a área e este público-alvo fazem parte do seu plano de expansão.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.