Bahia joga com apoio do 12º torcedor contra o Vitória neste domingo

Postado em abr 5 2014 - 12:05pm por Jornal da Chapada
bahia

O relacionamento entre a torcida do Bahia e o técnico Marquinhos Santos esteve, por três meses, à base da desconfiança | FOTO: Reprodução |

A expectativa é de que todos os ingressos sejam vendidos para o clássico Ba-Vi deste domingo à tarde, com público pagante de 40 mil torcedores. Dentro desta previsão, o 12º jogador do Bahia, sua torcida, estará representada nas arquibancadas da Arena Fonte Nova com 35 mil e 500 fiéis Tricolores, contra 4 mil 500 Rubro-negros – para empurrarem o time do técnico Marquinhos a mais um triunfo sobre o tradicional rival, e dar um passo decisivo rumo à conquista do título Estadual de 2014, o ano da Copa do Mundo no Brasil.

O relacionamento entre a torcida do Bahia e o técnico Marquinhos Santos esteve, por três meses, à base da desconfiança. Ele foi vaiado, perseguido, até xingado no início da temporada, para finalmente se render à força da torcida Tricolor no último Ba-Vi, no triunfo de 2 a 0 sobre o Vitória, no jogo válido pela última rodada da fase de classificação do Campeonato Baiano.

Após show dos tricolores no clássico Ba-Vi, Marquinhos elogiou união, a sinergia entre time em campo e a torcida nas arquibancadas da Arena Fonte Nova e encantado, entusiasmado com o apoio e a participação da torcedor Tricolor, no final do clássico desabafou: “Isso é ser Bahia’. Independente de quantos ingressos serão vendidos a garantia é de casa cheia neste domingo na Arena Fonte Nova, um Ba-Vi com todos os detalhes dos velhos e bons tempos do futebol baiano. O técnico Marquinhos Santos deixou claro na longa e demorada reunião com os jogadores, na quinta-feira à tarde no CT do Fazendão, que o Tricolor terá que repetir neste domingo o comportamento técnico e tático mostrado no último clássico para conseguir aproveitar a força do seu 12º jogador, manter a união entre torcida e time.

“O que essa torcida já sofreu e já passou e nunca abandonou o clube. Nos momentos mais difíceis, ela se faz presente. E eu sabia que chegaria o momento de essa sinergia acontecer”. No final do último clássico, Marquinhos Santos creditou o triunfo de 2 a 0 sobre o Vitória ao trabalho, mas ressaltou que a parceria entre time e torcida foi fundamental, e é com essa determinação que o Tricolor entra em campo neste domingo à tarde na Arena Fonte Nova, para jogar ao lado da sua torcida na primeira partida contra o tradicional rival valendo o título do Campeonato Baiano de 2014. Da Tribuna da Bahia.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.